Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN realiza 2º Encontro de Gestores de Incubadoras
itnc

IFRN realiza 2º Encontro de Gestores de Incubadoras

22/11/2019 - Na ocasião, foi apresentado planejamento de ações e atividades para 2020

IFRN realiza 2º Encontro de Gestores de Incubadoras

Evento aconteceu na Incubadora Tecnológica do Campus Natal-Central, nos dias 13 e 14 de novembro

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (Propi) do IFRN, realizou, nos dias 13 e 14 de novembro, o 2º Encontro de Gestores de Incubadoras, na Incubadora Tecnológica Natal-Central (ITNC) do Instituto. O objetivo do Encontro foi apresentar resultados das incubadoras do IFRN e campi que executam os hotéis de projeto como prática de empreendedorismo inovador. O evento, que contou com a participação de gestores das incubadoras da Instituição, também promoveu uma oficina de gestão no modelo Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (Cerne).

As boas práticas Cerne visam a promover a melhoria expressiva nos resultados das incubadoras, oferecendo uma plataforma de soluções para ampliar a capacidade com empreendimentos inovadores e sucedidos. Com base nisso, a oficina, realizada pela equipe da ITNC, objetivou repassar conhecimentos e  padronizar a metodologia nas incubadoras do Instituto.  Ainda na ocasião, foi apresentado, para o ano de 2020, um cronograma de capacitações e planejamento de ações e atividades dos hotéis de projetos.

Ações apresentadas

O diretor de Inovação Tecnológica do IFRN, professor João Teixeira, contou que as Incubadoras Tecnológicas têm apresentado bons resultados frente à comunidade acadêmica e local. "Atualmente, o IFRN possui metade das incubadoras catalogadas pela rede Potiguar e parques tecnológicos no RN. Além disso, duas das incubadoras do Instituto possuem certificação, na qual a ITNC é uma das 36 do Brasil a dispor da certificação Cerne 2. Vale destacar também que, entre as incubadoras dos Institutos Federais, a ITNC é a única que possui tal reconhecimento (confira)", disse. 

Ao longo do ano, foram realizadas visitas às nove incubadoras e campi que executam hotéis de projetos. O diretor explicou que o objetivo dos encontros é acompanhar os resultados das atividades. "É dessa forma que podemos verificar onde e como é necessário atuar; dessa forma, fortalecemos as ações nos campi", comentou. Os resultados de boas práticas de cada Incubadora foram socializados no encontro para que, assim, todos tenham conhecimento e levem técnicas adequadas para o seu respectivo campus: "todas às incubadoras tiveram a oportunidade de apresentar suas ações e compartilhar os resultados obtidos no ano de 2019", reforçou João. 

Através de tutorias e capacitações para os estudantes, os hotéis de projeto têm o objetivo de estimular as práticas entre os campi. O resultado disso é o desenvolvimento de modelos de negócio economicamente viáveis, ambientalmente corretos e socialmente responsáveis, com a finalidade de que seja iniciada uma startup, explica João. O intuito, segundo o diretor, é que as ideias e projetos de pesquisa sejam aperfeiçoados, a fim de alcançar uma alternativa de solução para determinado problema da sociedade. "Possíveis startups graduadas dos hotéis de projetos podem ser executadas nas Incubadoras Tecnológicas do IFRN, que têm o objetivo de aprimorar os processos, ideias, protótipos e modelos de negócios das startups, preparando-as para o mercado", destacou. 

Ainda de acordo com ele, a meta da Pró-reitoria de Pesquisa e Inovação para os próximos anos é "reforçar ações de empreendedorismo inovador e criar pelo menos mais três incubadoras no IFRN, além de certificar outras no modelo Cerne".

 Sobre a ITNC

A principal incubadora do IFRN, a ITNC, funciona no Campus Natal-Central do Instituto. Ao longo do período de operação, a Incubadora vem disseminando a cultura empreendedora na comunidade acadêmica, favorecendo a consolidação de empresas e incentivando a transformação de ideias inovadoras em negócios viáveis, o que permite a transferência de tecnologias para o setor produtivo. 

A ITNC tem atuação em áreas compatíveis com as atividades de ensino, pesquisa e extensão oferecidas pelo Campus, tais como: tecnologia da informação e comunicação, construção civil, eletromecânica e automação, conservação e energias renováveis, tecnologia e controle ambiental, entre outras. Em termos de infraestrutura, tem área de 703m², com capacidade atual para abrigar 14 (quatorze) empresas. Possui ainda uma sala de pré-incubação para "hotel de projetos", três salas de reuniões, uma sala de treinamento, área de convivência e sala da secretaria.

Saiba mais clicando AQUI.

 

Ações do documento

Página em carregamento