Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN é pioneiro em programa de saúde vocal para servidores
COASS

IFRN é pioneiro em programa de saúde vocal para servidores

22/02/2017 - Palestra realizada hoje (22) marcou o início das ações

IFRN é pioneiro em programa de saúde vocal para servidores

Palestra realizada hoje (22) na unidade Rocas do Campus Cidade Alta

Uma pesquisa recente realizada por servidores da Coordenação de Atenção à Saúde do Servidor (COASS) revelou que mais de dois terços dos professores do IFRN enfrentam ou já apresentaram algum problema com a voz. Diante desse diagnóstico, a fim de combater esse problema, surgiu o Programa Saúde Vocal, que tem duas vertentes como foco de atuação: uma informativa e outra de cunho individualizado.

De acordo com a Coordenadora de Atenção à Saúde do Servidor – Cintia Gouveia Costa, para viabilizar a primeira ação foi feito um processo de licitação para a contratação de uma fonoaudióloga que deverá realizar pelo menos duas palestras educativas em cada campus da Instituição ao longo de 2017, apresentando aspectos da fisiologia e trazendo técnicas de relaxamento vocal.

Já na segunda, a proposta é de incluir a laringoscopia na relação dos exames periódicos laborais dos professores. “A voz é o principal instrumento dos docentes e isso permitirá diagnosticar a realidade de cada um deles, especificamente. Se for necessário, inclusive, poderemos também estudar em conjunto com a Pró-Reitoria de Ensino a possibilidade do uso de tecnologias que amenizem a sobrecarga vocal no exercício da profissão”, afirmou a Coordenadora de Atenção à Saúde do Servidor.

A primeira ação educativa foi realizada na manhã de hoje (22) na unidade Rocas do Campus Cidade Alta, reunindo mais de 20 servidores da Instituição. A fonoaudióloga Érika Carvalho, que foi contratada para proferir as palestras, explicou como funcionam as pregas vocais e apresentou os principais problemas que podem surgir em função do seu mau uso. Ao final, fez uma dinâmica apresentando exercícios práticos que contribuem para o desempenho da voz.

“O IFRN está tendo o privilégio de ser protagonista de um projeto pioneiro, sendo a primeira instituição pública de ensino no estado que oferece aos servidores um programa de saúde vocal. Através dele, ao longo das ações, pretendemos trabalhar a voz em uma perspectiva pedagógica que auxilie o professor, bem como promover a sensibilização dos alunos, realizar oficinas de voz como a que foi feita hoje, enfim, disseminar conhecimento para todos aqueles que tem a voz como instrumento de trabalho”, afirmou a fonoaudióloga.

Clique aqui para ter acesso ao diagnóstico completo da pesquisa citada na matéria.

Ações do documento

Página em carregamento