Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN apresenta projeto que propõe o reaproveitamento de eletrônicos
Sustentabilidade

IFRN apresenta projeto que propõe o reaproveitamento de eletrônicos

02/07/2018 - Estudantes desenvolvem sua prática profissional a partir do E-Lixo

 IFRN apresenta projeto que propõe o reaproveitamento de eletrônicos

Rafaela Costa e Ayrton Rocha, extensionistas do E-Lixo. Foto: Alberto Medeiros

Na última semana, de 28 a 30 de junho, a UFRN sediou a 8º edição do Congresso Brasileiro de Extensão Universitária (CBEU), que tem como objetivo discutir os desafios da extensão universitária no Brasil, propiciando a discussão sobre os Contextos e Potencialidades da Extensão. Entre os projetos apresentados, um dos destaques foi o E-lixo — recondicionamento e reciclagem de resíduos eletroeletrônicos. O trabalho é coordenado pelo professor Ailton Câmara e desenvolvido pelos alunos dos cursos de Eletrônica e Informática do Campus Natal-Zona Norte do IFRN, através da Pró-Reitoria de Extensão do Instituto. 

O projeto nasceu em 2013 voltado para a manutenção de fontes de computadores e hoje tem por finalidade amenizar os danos ambientais causados pelo lixo eletrônico, prolongando a vida útil dos equipamentos de informática. Para isso, recebe eletrônicos danificados com o objetivo de recuperá-los. As peças de aparelhos que não podem ser recuperados são aproveitadas em outras situações, como material para construção de robôs.

São ministrados ainda minicursos para os alunos, com foco em lixo eletrônico e consertos de fontes de alimentação, oferecendo também assistência em escolas a fim de prestar serviços em manutenção de laboratórios. Além disso, o projeto atua na conclusão da prática profissional dos alunos. Os concluintes dos cursos de Administração, Eletrônica e Informática do IFRN Campus Natal-Zona Norte têm a oportunidade de aplicar seus conhecimentos, colaborando com as atividades do E-Lixo.  

Os resultados do trabalho já foram apresentados em congressos em Moscou, Rússia, Colômbia e Portugal. De acordo com o extensionista Ayrton Rocha, o consumismos por aparelho eletrônico gera grande impacto ambiental na natureza pela falta de orientação aos consumidores sobre como descartar os resíduos eletrônicos. “Normalmente, as pessoas trocam os aparelhos eletrônicos em pouco tempo de uso por problemas simples, e o E-Lixo atua como forma também de orientar os consumidores sobre como realizar o descarte ecologicamente correto. É importante utilizar de forma consciente os equipamentos eletrônicos, prolongando a vida útil dele, a fim de evitar que o mesmo seja descartado no meio ambiente”, afirma Ayrton.

Ações do documento

Página em carregamento