Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Curso do Campus Canguaretama recebe conceito 4 do MEC
Reconhecimento

Curso do Campus Canguaretama recebe conceito 4 do MEC

17/05/2017 - Ministério da Educação atribuiu a nota ao Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo

Curso do Campus Canguaretama recebe conceito 4 do MEC

Conceito de Avaliação do MEC aconteceu

Em recente avaliação do Ministério da Educação (MEC), o Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do IFRN obteve conceito 4. Com duração de 3 anos, o curso oferecido pelo Campus Canguaretama foi criado em dezembro de 2014 e começou a funcionar já no 1º semestre de 2015. De acordo com o diretor-geral do Campus Canguaretama, o conceito foi o resultado dos esforços do IFRN para desenvolver social e economicamente as regiões em que se insere.

Para o professor Flávio Ferreira, diretor acadêmico do Campus, o tecnólogo em Gestão de Turismo já é um curso consolidado. Dentro do Eixo Tecnológico Turismo, ele supre demanda relacionada à realidade da oferta turística que há no Litoral Sul (Tibau do Sul - Pipa - Barra do Cunhaú - Baía Formosa): uma região de praias, com potencial e urgência por profissionais para atuar no desenvolvimento da microrregião em que o Campus está atuando.

O professor disse ainda que o resultado da avaliação vem coroar o trabalho sério que vem sendo desenvolvido por muitas mãos, ressaltando que o curso de nível superior dialoga com os técnicos Integrado e Subsequente de Eventos, também oferecidos naquela unidade do IFRN: “todo o colegiado, com a integração dos professores da área com os das áreas correlatas, têm trabalhado forte na área de turismo. Atuamos juntos no acompanhamento e aprofundamento do processo de construção do curso que é muito jovem. Em seu terceiro ano de atuação, nossa primeira avaliação/credenciamento já obteve o conceito 4. Ficamos muito alegres”, declarou.

Fellipe Ferreira, coordenador do curso, explica que "o processo de reconhecimento iniciou no mês de fevereiro, com o preenchimento do Formulário E-mec, com o apoio da Diretoria de Avaliação e Regulação do Ensino do IFRN (Diare). Logo em seguida, foi agendada a visita in loco dos avaliadores do INEP/MEC para o mês de maio, entre os dias 7 e 10 de maio de 2017. De acordo com ele, o processo foi muito tranquilo.

"Os avaliadores ficaram maravilhados com empenho da equipe que constrói este curso, da infraestrutura e setores de apoio ao discente. Percebo que a nota 4 na avaliação é motivo de felicidade para os professores do curso e representa a culminância de um trabalho de excelência nas áreas de ensino, pesquisa, extensão e gestão", declarou o coordenador do curso. 

Por fim, Geovany Ribeiro, que é aluno do terceiro período do curso, disse que essa graduação trouxe novas expectativas para a região. Sobre a avaliação, o estudante destacou a importância: “nós, agora, pudemos confirmar que estamos indo pelo caminho correto. É notável a dedicação dos professores, do nosso coordenador, alunos e todos que fazem o CampusCanguaretama do IFRN para buscar a qualidade. No nosso caso, é perceptível a preocupação em  formar grandes gestores, daqueles não se importam apenas com o ganho financeiro, mas o valor e o benefício que suas atitudes e atividades trarão para as pessoas que estão ligadas à empresa ou Instituição”, finalizou.

SOBRE O CURSO

Tendo como objetivo geral a formação de profissionais aptos a atuar no processo de planejamento e desenvolvimento da atividade turística, de forma sustentável e inovadora, tanto em âmbito público quanto privado, o curso tem caráter eminentemente empreendedor, sendo suas ações pautadas nos princípios de ética, cidadania, equidade social, respeito à diversidade cultural e a sustentabilidade socioambiental e econômica.

Segundo o Projeto Pedagógico do Curso (PPC), o profissional formado em Tecnologia em Gestão de Turismo deve ser capaz de processar informações, ter senso crítico e ser capaz de impulsionar o desenvolvimento social e econômico da região, integrando formação tecnológica à formação cidadã. Entre os objetivos da formação, estão:

  • Desenvolver planos, programas e projetos turísticos em destinações de turismo;
  • Promover eventos de âmbito local, regional, nacional e internacional;
  • Aplicar de forma ética e responsável a legislação pertinente ao setor, como também aos demais setores e esferas sociais;
  • Ser capaz de utilizar os conhecimentos desenvolvidos na formatação de novos produtos e serviços turísticos;
  • Elaborar, aperfeiçoar e avaliar critérios para classificação, avaliação e controle de estabelecimentos prestadores de serviços caracterizados como turísticos ou de interesse turístico, tais como meios de hospedagens, transportadoras, agências de turismo, empresas promotoras de eventos entre outras;
  • Conhecer e aplicar normas de sustentabilidade ambiental, respeitando o meio ambiente e entendendo a sociedade como uma construção humana dotada de tempo, espaço e história.

 

Ações do documento

Página em carregamento