Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / CT Mineral do IFRN é incluso em Catálogo Nacional
RECONHECIMENTO

CT Mineral do IFRN é incluso em Catálogo Nacional

04/01/2019 - Situado fisicamente em Currais Novos, o Centro foi reconhecido como referência no setor

CT Mineral do IFRN é incluso em Catálogo Nacional

CT Mineral está em fase final de implantação

O Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), "porta-voz" da indústria mineral do país, publicou o Catálogo de Centros de Tecnologia Mineral do Brasil, no qual constam 21 unidades, incluindo o Centro de Tecnologia Mineral do IFRN. De acordo com Vânia Andrade, Diretora de Tecnologia e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, trata-se de uma iniciativa inédita: “temos a convicção de que [o catálogo] será de grande relevância para as empresas e empreendedores do setor mineral, no Brasil e no exterior”, afirma.

Situado no município de Currais Novos, com inauguração prevista para julho deste ano, o CT Mineral do IFRN contará com uma área de, aproximadamente, 800 m², que abriga dois laboratórios de pesquisa, uma planta-piloto, uma área de preparação da amostra, seis salas incubadoras, cinco salas para grupos de pesquisa, sala de treinamento, além de um centro de gestão. No local, também haverá um Museu Virtual de Minérios, que será como uma versão virtual do existente no Campus Natal-Central do IFRN.

Um dos principais objetivos do Centro é o de de fortalecer a estrutura de apoio à pesquisa para o Arranjo Produtivo Mineral (APL), onde serão desenvolvidos Projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I).  "O CT Mineral deverá se tornar uma referência, um centro de pesquisa aplicada para o setor mineral”, diz Márcio Azevedo, Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação do Instituto.  

"O CT Mineral deverá também prestar serviços tecnológicos para o setor mineral, oferecer capacitação especializada na área, gerar novos produtos e processos provenientes desses projetos, permitir a incubação de empresas da área e promover iniciativas voltadas para o desenvolvimento sustentável, bem como para a sustentabilidade ambiental, empresarial e social", complementa.

O projeto do Centro é uma iniciativa conjunta do IFRN, da UFERSA, UFRN e UERN, através da qualificação de espaços e da aquisição de equipamentos. Também conta com a parceria da Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (Funcern), da Fundação de Apoio à Pesquisa do RN (Fapern), além da Fundação Gorceix, da Universidade Federal de Ouro Preto

No âmbito do IFRN, participa do projeto uma comissão composta por profissionais da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (Propi), Diretoria de Engenharia e Infraestrutura (Dieng), Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Prodes) e da Funcern. Para a sua implementação, o CT Mineral conta com a consultoria dos professores Alexandre da Rocha e João Monteiro, e com a participação de outros pesquisadores, técnicos e membros do corpo docente dos campi Currais Novos, Parelhas, que tem a mineração como um dos eixos de atuação, e Natal-Central, onde há a Diretoria Acadêmica de Recursos Naturais (Diaren).

Dos 21 CTs, dois são da rede de Institutos Federais (IFRN e IFES), e, além do potiguar, há apenas outro em todo o Nordeste, situado na Bahia. 

 

Ações do documento

Página em carregamento