Você está aqui: Página Inicial / Campi / Mossoró / Notícias / Aluno do Campus se destaca na redação do Enem e é aprovado em Medicina
Exemplo

Aluno do Campus se destaca na redação do Enem e é aprovado em Medicina

19/01/2015 - Bruno Maximiliano, de apenas 19 anos, é sinônimo de garra e determinação estudantil.

Aluno do Campus se destaca na redação do Enem e é aprovado em Medicina

Diversos alunos do Campus Mossoró se destacaram na redação do Enem, tirando notas acima de 900 pontos. Entre os tais, destacamos Gabriel Dantas, com 940 pontos, e Bruno Maximiliano, com 920, aprovado no Curso de Medicina, na UERN, com apenas 19 anos. Orgulho para a educação do Estado do Rio Grande do Norte.

A realização do Enem, ainda, é considerado um desafio para a maioria dos estudantes, devido ao número de questões e ao tempo que é considerado o “pior inimigo dos candidatos”. No entanto, se adaptar, aceitar o exame e passar pelo processo de preparação são deveres essenciais para os estudantes brasileiros que anseiam em ingressar numa das principais faculdades do país, garantindo, assim, um futuro promissor.

 Assim sendo, Bruno Maximiliano, recém aprovado em Medicina, fala sobre sua dificuldade na hora de realizar as provas do Enem. “A princípio eu lamentava sobre vários pontos desafiatórios que o exame abrange, tipo: muitas questões, longos textos, tempo limitado para a resolução de cada questão e, sobretudo, a falta de informação desse novo exame de vestibular”, frisa.

No entanto, o estudante não desistiu de lutar por seus sonhos, ao contrário, ele transformou suas limitações em vitórias. “Eu ficava inconformado, mas, o tempo foi passando e passei a ver o ENEM sob uma nova perspectiva. Daí então, comecei a enxergar as vantagens que ele traz consigo, isto é, vi que é possível entrar em qualquer universidade do país, obtendo assistência necessária para estudar, sem precisarmos nos deslocar para fazermos o processo seletivo em outros Estados”. E acrescenta: "na realidade, a prova é cansativa, mas as vantagens que temos depois de passado os dois dias de provas são muito maiores que os pontos lamentados acima”, explica convicto. Isso mesmo, Bruno Maximiliano, o segredo da vitória é a persistência, pois tentar não custa nada.

Bruno Maximiliano sempre foi dedicado e estudioso, por isso ele conseguiu ingressar na faculdade de medicina, com apenas 19 anos. Aluno de escola pública, filho de uma família simples, fez o ensino fundamental na Escola Municipal Joaquim Felício de Moura, e o ensino médio, na Escola Estadual Professor Abel Freire Coelho. Terminou o ensino médio com 16 anos, em seguida ele entrou no IFRN – Campus Mossoró, nos cursos Técnicos Subsequentes em Edificações(2012.1) e Petróleo e gás (2014.2), ambos inacabados. O estudante é sinônimo de garra e determinação, um jovem que traz consigo vasto conhecimento acadêmico.

De acordo com o entrevistado, mesmo os cursos ainda estando inacabados, o ingresso dele nesta escola foi definitivo para seu avanço estudantil, pois aqui ele recebeu a base de conhecimento aprofundado que ele precisava para se direcionar em seus estudos. Bruno explica melhor essa afirmação, “o IFRN foi consideravelmente satisfatório para minha formação, pois o instituto me deu condições suficientes para me manter consistente na luta por um futuro melhor. Digo isso em todos os sentidos, intelectual e estruturalmente. Pois, a escola oferece boas condições educacionais e conforto nas salas de aula, bom acervo na biblioteca, bons laboratórios, assistência social e, sobretudo, excelentes professores, que aliás não são só considerados professores, mas grandes amigos”, ressalta, Bruno.

O estudante continua explicando a base de suas vitórias. “Meus professores incentivam-me diariamente, cada um deles contribuiu de sua maneira para meu progresso acadêmico. Hoje, aprovado na carreira dos meus sonhos, Medicina, após muita dedicação, posso dizer: esforcei-me, e venci. 'Quem estuda, Deus ajuda',  Bruno Maximiliano, fala com um largo sorriso no rosto, sorriso de vencedor.

Ainda entusiasmado, Bruno Maximiliano relembra os bons momentos vividos nesta instituição, ciente de que ninguém vence sozinho. “Lembro-me do apoio que os professores davam-me, inicialmente eles permitiam que eu assistisse aulas nas turmas de ensino médio do colégio, sob a condição de ouvinte. No finalzinho das tardes, sempre tínhamos conversas relacionadas à incentivo financeiro, à viagens, etc. Foram oportunidades que me permitiram crescer como bom estudante e como cidadão consciente”, fala saudoso.

Enfim, encerramos esta entrevista enfocando as recentes conquistas do estudante Bruno, isto é, sua aprovação no Curso de Medicina e seu excelente desempenho no Enem, principalmente, na redação. Assim sendo, sob a dica de como redigir boas redações nos vestibulares, finalizamos atentos à visão do futuro profissional de medicina, símbolo de competência e determinação. “Sinto-me privilegiado e ao mesmo tempo realizado. Redigir não é simples, foram anos de preparação para eu conseguir a tão sonhada aprovação. Para se redigir bons textos só se aprende escrevendo; lendo muito e, principalmente, estando antenado ao que se passa ao redor do mundo. Também se faz necessário entender o gênero solicitado em cada exame, assim como praticar o hábito da leitura e da escrita diariamente. Pois, o medo vem do desconhecido; quando nos familiarizamos com determinada situação, se torna mais fácil executá-la”, finaliza, com sabedoria.

Parabéns Bruno, que você possa realizar todos os seus sonhos e colher cada fruto plantado na sua nova jornada de estudo, pois as oportunidades pertencem àqueles que se preparam. Certamente, você é um deles, um vencedor. Sucesso na sua jornada acadêmica.

 

 

 

Ações do documento

Página em carregamento