Você está aqui: Página Inicial / Campi / Canguaretama / Notícias / Dilma Rousseff inaugura o Campus Canguaretama do IFRN
Expansão

Dilma Rousseff inaugura o Campus Canguaretama do IFRN

15/01/2014 - A solenidade aconteceu no dia 2 de outubro de 2013 no Câmpus Ceará-Mirim

Dilma Rousseff inaugura o Campus Canguaretama do IFRN

Placa de inauguração dos novos campi foram descerradas na solenidade de hoje.

Diante de um ginásio lotado, a presidenta da República, Dilma Rousseff, inaugurou na tarde do dia 2 de outubro os campi Canguaretama, Ceará-Mirim e São Paulo do Potengi do IFRN. A solenidade aconteceu no Campus Ceará-Mirim do Instituto e começou às 12h30. Acompanhavam a presidenta a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, dentre outras autoridades.

O descerramento das placas dos três campi foi realizado pela presidenta; pelo ministro da Educação; a governadora do RN; a secretária de Educação do estado; o reitor do Instituto e os três diretores gerais das novas unidades da Instituição: Álvaro Paiva, do Campus Ceará-Mirim, Valdelúcio Pereira Ribeiro, do Campus Canguaretama, e Ednaldo de Paiva Pereira, de São Paulo do Potengi.

Na ocasião, foram entregues também os certificados de conclusão do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) a cerca de 4.500 alunos do Rio Grande do Norte. Os cursos do Programa foram ofertados pelo IFRN; pela UFRN, através da Escola de Enfermagem de Natal (EEN) e da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ); e pelo Senac; Senat; Senai e Senar.

O reitor do IFRN, Belchior de Oliveira Rocha, destacou que os campi inaugurados têm a função de atender não só as cidades em que foram construídos, mas toda a região em que se encontram, abrangendo de oito a dez municípios. Ele lembrou que há 15 anos, antes da Lei de Cotas, o IFRN já destinava 50% das vagas dos seus cursos para estudantes de escolas públicas. "A educação deve contribuir para que haja mudança na sociedade de modo a promover justiça social e desenvolvimento", pontuou o reitor.

O orador da formatura do Pronatec, o aluno Marco Antônio do Rodrigues, do IFRN Parnamirim, teve seu discurso elogiado pela presidenta e pelo ministro da Educação. Marco falou sobre o sentimento de valorização e oportunidade: "o Programa abrange desde o adolescente procurando o primeiro emprego até adultos em busca da inserção no mercado de trabalho". Segundo o ministro Aloizio Mercadante, em outubro de 2013 o Programa completará 2 anos e a previsão é que já tenha atendido mais de 5 milhões de estudantes em todo Brasil.

A presidenta Dilma Rousseff frisou a importância do investimento na educação técnica. "O Brasil precisa de mais estudantes trabalhadores, de mais trabalhadores estudantes. O ensino técnico de alto nível gera salários maiores e mais perspectivas para os alunos e suas famílias", declarou Dilma.

Na cerimônia, foram entregues os certificados do Pronatec a cinco estudantes e assinadas as carteiras de trabalho de três concluintes do Programa.

OS NOVOS CAMPI DO IFRN

Com as três novas unidades, o Instituto Federal do Rio Grande do Norte chega a um número de 19 campi. Os prédios inaugurados possuem o mesmo projeto e contarão com uma ala principal onde estão as salas de aula, administrativas e a biblioteca, com mais de 4.000 m²; uma área de vivência com quase 900 m²; um prédio anexo com laboratórios, refeitórios e setor de saúde que ocupam mais de 2.500 m², além de auditório para 208 pessoas. Entre os laboratórios, há os de línguas, Química/Biologia, Física, Informática, além dos especializados. Os câmpus vão contar ainda com parque esportivo, que está em fase de acabamento.

Entre ofertas educacionais de cursos básicos de formação inicial e continuada de trabalhadores e do curso técnico de informática, que já começam a ser oferecidos este ano, inicialmente serão ofertados os cursos técnicos de programação de jogos digitais e de equipamentos biomédicos, em Ceará-Mirim, de edificações e meio ambiente, em São Paulo do Potengi; e de turismo e eletromecânica, em Canguaretama. As unidades atenderão a 1200 alunos cada.

Ações do documento

Página em carregamento