Você está aqui: Página Inicial / Campi / Natal - Cidade Alta / Notícias / Campus retorna as aulas com eventos de Acolhimento aos Estudantes
Integração

Campus retorna as aulas com eventos de Acolhimento aos Estudantes

02/05/2022 - Atividades aconteceram entre os dias 18 e 29 de abril, formalizando a introdução ao semestre letivo 2022.1

Campus retorna as aulas com eventos de Acolhimento aos Estudantes

A ocasião contou com duas exibições de filmes e curta-metragens potiguares.

No intuito de receber todos estudantes durante as primeiras semanas de aula, o Campus Natal-Cidade Alta do IFRN promoveu o Seminário de Integração e o Acolhimento 2022.1 entre os dias 18 e 29 de abril. Organizadas por servidores do Campus os eventos foram momentos de aprendizado, planejamento, encontros e reencontros. As atividades de integração foram distribuídas entre os três turnos de aulas, para permitir que cada estudante pudesse acompanhar a programação.

O Seminário de Integração aconteceu na quadra do Campus entre os dias 18 e 22 de abril. Atentos, pais e alunos dos cursos técnicos integrados preencheram todos os lugares disponíveis na plateia, tiraram dúvidas e ouviram as instruções apresentadas pela equipe pedagógica. "A maioria desses estudantes nunca estiveram aqui", explica a diretora acadêmica Francilene Santos da Silva. Segundo ela, o trabalho de acolhimento foi diversificado para que os discentes do integrado conheçam a estrutura física da escola e entendam o seu funcionamento. João Targino, 63, aposentado, é avô do calouro do curso de Lazer, Yoan Bastos, de 16 anos. Ele avalia que a sua primeira impressão sobre o IFRN é positiva: "Fui muito bem recebido, gostei bastante do acolhimento e a forma de trabalho que vejo. Meu neto está bem amparado", comenta.

O Acolhimento do semestre 2022.1 iniciou no dia seguinte ao encerramento do Seminário de Integração. O evento foi dividido em dois momentos: o primeiro dia, na parte da manhã, contou com a abertura oficial feita pelo diretor geral, diretora acadêmica, Equipe Técnico-Pedagógica do IFRN (Etep) e o Comitê de Enfrentamento à Covid-19. Eles se apresentaram e reforçaram os cuidados necessários no combate a transmissão do vírus. No segundo dia, 29 de abril, os estudantes compareceram as oficinas de desenvolvimento da inteligência emocional, produções da arte com mandalas, jogos teatrais e exibição de filmes. Toda programação gerou interações não somente entre as turmas, mas com toda a comunidade acadêmica de funcionários e alunos dos demais cursos. Lyanara Santana, de 15 anos, que só tinha vindo ao Campus para fazer a exame de seleção, entrou em Multimídia com sentimento de realização: "Conheci muitas pessoas, está sendo confortável e muito legal ver tanta gente junta e receber o acolhimento dos veteranos".

Mostra de filmes

No último dia de programação do Acolhimento 2022.1 aconteceu a mostra de filmes potiguares que receberam prêmios importantes. Dentre as produções exibidas, o destaque foi dado para a curta-metragem "Sideral", do diretor Carlos Segundo. Exibido no Festival de Cannes em 2021, na França, o filme ganhou visibilidade após se tornar a primeira produção do Rio Grande do Norte a concorrer à Palma de Ouro, considerado o prêmio de maior prestígio do festival.

A cineasta e professora do instituto, Mary Land Brito, esteve à frente da organização da mostra de filmes. Ela conta que a atividade surgiu com duas intenções: "Primeiro, buscamos incentivar a comunidade acadêmica que se interessa pelo audiovisual para perceber que é possível fazer produções de qualidade que recebem prêmios. A outra intenção desse momento é aproveitar a oportunidade para apresentar os projetos já existentes aqui do Campus Cidade Alta, a exemplo do Cine Poty, plataforma de registro e difusão do audiovisual potiguar realizada através do Núcleo de Produção Digital".

A estudante do segundo ano do Curso de Multimídia, Alice de Melo, participou do evento e pode acompanhar de perto cada filme exibido no telão montado no pátio da unidade. A aluna avaliou que a mostra encaixa bem como uma atividade fixa dentro da escola: “É muito interessante dar atenção a esses eventos, os alunos também vão conhecendo e se inteirando aos projetos que temos aqui no Campus. Além disso, saber que esses filmes receberam prêmios importantes me deixaram particularmente orgulhosa e motivada”, disse.

Jogos Teatrais

Funcionando como uma prática de atividades dinâmicas, os conteúdos ensinados por meio dos Jogos Teatrais estão sendo cada vez melhor explorados por educadores e educadoras como Keila Fonseca, coordenadora do Núcleo de Arte Campus Cidade Alta (Nuarte). Seguindo sua visão de que o jogo é um recurso didático potente no processo de ensino, a professora conta que a prática de jogos faz parte da disciplina de artes cênicas que leciona atualmente. Os participantes puderam escolher entre jogos que tivessem caráter de integração “A gente sempre trabalha dentro dessa perspectiva de conhecer o outro, então o objetivo desses jogos dentro da proposta do ensino de teatro é de receber um grupo novo que se conheça, se integre e comece a se relacionar”, pontuou.

Keila acrescenta que durante o planejamento, pôde contar com a ajuda de três de suas alunas para a elaboração de propostas dos Jogos Teatrais. Júlia Cabral, estudante do segundo ano do Curso Integrado em Lazer e uma das proponentes, conta que a razão principal das atividades foi de levar divertimento e aprendizagem juntos: “Unir os nossos colegas para nossa oficinas é importante, pois se trata de um novo ciclo que está iniciando. A gente acha muito legal esse contato pois ficamos mais leves, caminhando lado a lado durante o decorrer do curso,” finaliza a estudante.

Ações do documento

Página em carregamento