Você está aqui: Página Inicial / Campi / Natal - Cidade Alta / Notícias / Brincadeiras populares marcam o encerramento da 5ª Semana do Brincar
Cultura

Brincadeiras populares marcam o encerramento da 5ª Semana do Brincar

14/10/2022 - Evento teve encerramento nesta sexta-feira (14) com incentivo a prática do brincar através de socialização

Brincadeiras populares marcam o encerramento da 5ª Semana do Brincar

Encerramento foi marcado com homenagem a professora Salizete Freire

Pintura facial, teatralização e shows. Brincadeiras populares marcaram o encerramento da 5ª Semana do Brincar no IFRN. Ocorrendo sempre no mês de outubro desde 2017, a Semana do Brincar encerrou com uma programação voltada para temática do brincar e da ludicidade. O evento anual é alusivo ao dia das crianças, e tem por objetivo incentivar a prática do brincar, envolvendo alegria, aprendizagem, criatividade, socialização e diversão.

Após duas edições realizadas no formato online devido às circunstâncias acarretadas pela pandemia, este ano, a Semana do Brincar foi a principal protagonista dos dias 10, 13 e 14 de outubro no Campus Cidade-Alta do IFRN. A temática escolhida para a 5ª edição é “O encantado universo das aventuras brincantes”. A programação foi pensada a partir das práticas e estudos realizados na Brinquedoteca do IFRN, da qual a equipe organizadora dialogou durante todo ano sobre como atender a comunidade em geral, considerando o contexto social encontrado em 2022.

Toda a programação da atividade da Semana do Brincar foi desenvolvida com a participação direta dos estudantes do IFRN, dos cursos de Tecnologia em Gestão Desportiva e de Lazer, Técnico integrado em Lazer, Técnico integrado em multimídia e especialização em Programas e Projetos de Esporte e Lazer na Escola. Também estiveram envolvidos neste evento os três gestores de esporte e lazer que exercem está prática profissional da brinquedoteca, que são: João Paulo Targino, Brenna Bessa e Vitória. Enquanto ao corpo docente do Campus, estiveram presentes na participação os professores Sonia Maia e Iranylson Brito. 

A professora Kadydja Chagas, que é Coordenadora da Semana do Brincar desde sua primeira edição, acredita que o evento contribui no diálogo sobre a importância do brincar em todas as fases da vida. “O brincar é essencial para o desenvolvimento do ser humano. As atividades lúdicas facilitam o processo de aprendizagem, despertando interesse, descoberta e novas possibilidades para expandir a criatividade e afetividade”, acrescenta. “Ao propor o brincar, buscamos construir práticas e vivências que possam vislumbrar a possibilidade de desenvolver plenamente suas potencialidades. Portanto, para a Semana do Brincar ser exercida em sua plenitude, propomos um trabalho de sensibilização buscando abraçar a educação com um olhar sensível”, conclui Kadydja.

O evento contou com a participação de diversos setores do Campus, com destaque para a Coordenação de Serviços Gerais e Manutenção e todos os servidores terceirizados. Segundo os organizadores, o evento recebeu total apoio da Direção Geral do Campus, Diretoria administrativa, Coordenação de Extensão, Coordenação de Multimeios, Coordenação de Comunicação Social, Coordenação de Almoxarifado e Patrimônio, Coordenação de Assistência Estudantil no processo de construção da Semana do Brincar.

A Semana do Brincar também contou com a Parceria do Projeto Diálogos na Infância em um Mundo Potiguar, Coordenado pela professora Keyrla Nascimento, que tem o objetivo de incentivar à leitura sob o olhar da literatura infantil potiguar, que contou com a presença de autores da literatura Potiguar: Glácia Marillac, Araceli Sobreira, Jania Souza, Tereza Custódio, Milena Azevedo, José de Castro, Drika Duarte. Junto com este projeto foi possível homenagear a professora Salizete Freire, que faleceu recentemente e foi uma grande escritora da literatura potiguar infantil.

Homenagem a Salizete Freire

De acordo com a descrição de Keyrla, "Salizete é Formada em Letras e Especialista em Literatura Infantil e Juvenil pela UFRN. Foi professora da rede pública de ensino e uma das idealizadoras do Comitê PROLER/RN (Programa Nacional de Incentivo à Leitura). Foi professora formadora do Instituto de Formação Superior Presidente Kennedy e do curso de Pedagogia da UFRN. Foi coordenadora do Programa de Livro Didático da Secretaria de Estadual de Educação e do Programa Agentes de Leitura do Rio Grande do Norte e membro do Conselho Estadual de Educação do RN. Esse seria mais um breve currículo de uma educadora se não estivéssemos falando de Salizete Freire Soares (1956-2022). Uma profissional dedicada e apaixonada pelo seu ofício, alguém que fazia do ato de escrever uma ventura, como escreveu Luís Carlos Guimarães falando do amigo Newton Navarro. Uma professora que acreditava na educação pública e de qualidade. Mas estamos falando de uma escritora que dedicou boa parte de sua vida a encantar seus leitores por meio de suas histórias. Uma escritora/educadora que acreditava no poder de transformação da literatura. Uma escritora que era também colo e canção de ninar Sim, Salizete era daquelas pessoas que têm o poder de hipnotizar quando fala, como se cada palavra sua fosse mágica e nos transportasse para outras histórias... Autora de vários livros infantojuvenis".

Ações do documento

Página em carregamento