Você está aqui: Página Inicial / Campi / João Câmara / NUARTE/JC / LOGO

LOGO

Os projetos do Nuarte têm contribuindo muito para o desenvolvimento da arte e da cultura nos Institutos federais espalhados por todo o estado do Rio Grande do Norte.

Faz parte dos objetivos do projeto a ideia de trabalhar a identidade cultural da região onde o mesmo está inserido, permitindo assim, a valorização de aspectos culturais e artísticos que identifiquem o lugar e promovam o pertencimento coletivo.

Dessa forma, cada Núcleo de arte possui uma logomarca para caracterizar melhor as ações artístico-pedagógicas desenvolvidas no seu espaço. O processo de construção da logomarca do Nuarte João Câmara contou com a participação do aluno e design gráfico Cleverson Aguiar, na criação e concepção da logomarca.

Para o bolsista Cleverson Aguiar, “O Núcleo de Artes do IFRN Campus João Câmara está situado em uma região de uma cultura legítima e muito ampla, além de muito bonita e rica. Representar toda essa diversidade em performances artísticas é necessário muito jogo de cintura. As lendas, a religião, os costumes e o seu urbanismo é o que faz dessa cidade ser protagonista do projeto.”

Ao analisar esteticamente a logomarca do Nuarte JC, percebemos que “As três formas retangulares na imagem buscam retratar a fachada do prédio da instituição referente, além das cores fortes e que são o DNA da nossa casa. Ainda, essas três formas silhuetam máscaras da tragédia grega, fazendo total relação com o teatro. Além do mais, o símbolo da clave de sol dá vida a melodia, a voz e a música como um todo. Foi usado três imagens especificas da cidade de João Câmara: Torreão e seu legado com os mitos, a Estação ferroviária com suas histórias de evolução e a igreja matriz referenciando o credo. Esses e outros elementos foram primordiais para revigorar a região do Mato Grande e exibir suas belezas culturais”, disse Cleverson.

Essa didática pedagógica e organização das ações se baseia numa proposta de construção coletiva. Para Paulo Freire, o conhecimento deve ser vivenciado por todos os agentes do processo, numa perspectiva de autonomia de seus participantes. E nesse sentido, o papel dos alunos bolsistas é bastante importante na dimensão educacional deste trabalho extensionista.

 

EQUIPE

Ações do documento

Página em carregamento