Você está aqui: Página Inicial / Campi / Currais Novos / NEABI / Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas

Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas

NEABI - LOGO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI) é um grupo de trabalho, legalmente instituído no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte-IFRN, por meio da Deliberação nº. 17, de 25 de novembro de 2011, aprovada e emitida pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPEX – IFRN. 

O NEABI é formado por representantes dos alunos, professores, técnico-administrativos e equipe técnica-pedagógica. É responsável por fomentar e promover ações de natureza sistêmica, no âmbito do Ensino, Pesquisa e Extensão, que promovam o cumprimento efetivo das Leis 10.639/2003 e a 11.645/2008 e, os demais instrumentos legais correlatos. 

O NEABI é uma iniciativa política, pedagógica institucional com o intuito de valorizar as diferentes manifestações culturais de etnias e segmentos sociais, preservando o direito à diversidade. 

As ações realizadas pelo NEABI são direcionadas à comunidade interna (alunas e alunos da Educação Básica, Profissional e Superior) e externa ao IFRN campus Currais Novos.


Membros:

PORTARIA Nº 243/2019 - DG/CN/RE/IFRN

 

Fotos:

Dia da Consciência Negra

 

Ações promovidas pelo NEABI/CN:

Reunião para reativação do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas do campus IFRN Currais Novos; 

Exposição de textos e imagens nos corredores de aula no Dia Internacional de Combate à Discriminação Racial; 

Exposição de cartaz colaborativo no corredor de aulas em alusão à data de morte de Martin Luther King; 

Roda de conversa no Dia do Índio; 

Apresentação da Dança do Espontão pela Irmandade do Rosário, da Comunidade Quilombola Boa Vista dos Negros, de Parelhas-RN, na abertura da VII SEMADEC; 

Parceria na realização da mesa-redonda “Irmandades negras do Seridó: Irmandade de Nossa Senhora do Rosário” na 17ª Semana Nacional de Museus; 

Parceria com o projeto Café Filosófico no encontro de maio com o tema “Feminismo Negro”; 

 

Dia da Consciência Negra com roda de conversa “O que é ser negro?”, oficina de Turbante, com Sol Saldanha, e visita à Comunidade Quilombola Negros do Riacho, de Currais Novos-RN.


Ações do documento

Página em carregamento