Você está aqui: Página Inicial / Extensão / PRONATEC / Processos Seletivos / EDITAL 013/2013 – DG/CN/IFRN - Seleção Simplificada de Professores Temporários para o Pronatec -

EDITAL 013/2013 – DG/CN/IFRN - Seleção Simplificada de Professores Temporários para o Pronatec -

Abertura das Inscrições:
23/07/2013 10:15
Fechamento das Inscrições:
25/07/2013 10:15

O Diretor Geral do Câmpus Currais Novos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – IFRN, usando das atribuições que lhe confere a Portaria 3546-Reitoria/IFRN, de 14 de dezembro de 2012, faz saber aos interessados que estarão abertas as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado para a seleção de não servidores para atuar como docentes nos Cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – PRONATEC, observadas as normas estabelecidas na Lei nº 12.513/2011, na Resolução CD/FNDE nº 4/2012 de 16 de março de 2012, na Resolução CD/FNDE nº 6/2013 de 12 de março de 2013, na Resolução CONSUP nº 11, de 01 de abril de 2013, e na Portaria MEC nº 168 de 7 de março de 2013. 

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 

1.1. A presente seleção será regida por e’’’’’ste Edital e será executada pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – IFRN - CÂMPUS Currais Novos, através de comissão local instituída pela Direção Geral do Câmpus. Os selecionados atuarão com carga horária de até 16 horas semanais, recebendo uma remuneração de acordo com o estabelecido pela Resolução CD/FNDE nº. 06/2013 e de acordo com a Resolução 11/2013-CONSUP/IFRN. As remunerações serão financiadas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), de responsabilidade do Ministério da Educação, durante o período da oferta do curso. 

2. DAS ATRIBUIÇÕES 

2.1. O PROFESSOR conforme consta na resolução 06/2013 do FNDE, possui as seguintes atribuições: 

 Planejar as aulas e atividades didáticas e ministrá-las aos beneficiados pela bolsa-formação; 

 Adequar à oferta dos cursos às necessidades específicas do público-alvo; 

 Alimentar o sistema de gestão do PRONATEC com os dados de frequência e desempenho acadêmico dos estudantes; 

 Adequar os conteúdos, materiais didáticos, mídias e bibliografia às necessidades dos estudantes participantes da oferta; 

 Propiciar espaço de acolhimento e debate com os estudantes; 

 Avaliar o desempenho dos estudantes; 

 Participar dos encontros de coordenação; promovidos pelos coordenadores geral e adjunto; e 

 Participar de encontros/reuniões pedagógicos, estabelecidos pelos Supervisores de Curso e Orientadores Pedagógicos, (estes encontros/reuniões não serão realizados dentro da carga-horária de aulas). 

 

3. DO PROCESSO SELETIVO 

3.1. São dispostas vagas para professor, referentes aos módulos dos cursos de formação inicial e continuada do PRONATEC, distribuídas por cursos e disciplinas segundo dados apresentados no Anexo I

4. DAS INSCRIÇÕES 

4.1. A inscrição do candidato para professor será gratuita e será realizada no período compreendido entre 23 e 25 de Julho de 2013, no Câmpus Currais Novos, Sala da Coordenação de Gestão de Pessoas, no horário de funcionamento do Câmpus

4.2. O candidato poderá se inscrever em até quatro disciplinas; 

4.3. No ato da inscrição o candidato deverá obrigatoriamente protocolar a seguinte documentação: 

a) Ficha de Inscrição, devidamente preenchida conforme Anexo II

b) Cópia de diploma que atenda aos requisitos mínimos constantes na tabela disposta no Anexo I

c) Curriculum vitae conforme modelo constante no Anexo IV 

d) Comprovantes de atividades para efeitos de pontuação dos critérios elencados no item 6.2. 

e) Cópia de Identidade; 

f) Cópia do CPF. 

4.4. O candidato que não apresentar a documentação obrigatória completa ou deixar de apresentá-la no ato da inscrição será desclassificado do processo seletivo. 

4.5. Não haverá, sob qualquer pretexto, inscrição provisória, condicional ou com documentação incompleta, nem através de correspondência postal, fax-símile ou via Internet. 

4.6. Será eliminado do processo seletivo, sem prejuízo das sanções penais cabíveis, o candidato que, em qualquer tempo: 

 cometer falsidade ideológica com prova documental; 

 utilizar-se de procedimentos ilícitos, devidamente comprovados por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafológico; 

 burlar ou tentar burlar quaisquer das normas definidas neste Edital; 

 dispensar tratamento inadequado, incorreto ou descortês a qualquer pessoa envolvida no Processo Seletivo; ou 

 

 perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos relativos ao processo Seletivo. 

Ações do documento

Página em carregamento