Você está aqui: Página Inicial / Campi / São Paulo do Potengi / Pesquisa e Inovação / Coordenação de Pesquisa e Inovação (Copein)

Coordenação de Pesquisa e Inovação (Copein)

Nesta página estão descritas as atribuições da coordenação, suas funções e área de atuação, bem como os projetos em andamento. Coordenadora de Pesquisa: Profa. Dra. Ulisandra Ribeiro de Lima Silva

CopeinO IFRN Campus São Paulo do Potengi, ao primar pela tríade ensino-pesquisa-extensão, assume, como um de seus objetivos precípuos, iniciar os alunos no planejamento e no exercício da pesquisa científica.

Assim, no decorrer do curso, os alunos têm a possibilidade de desenvolver a aptidão para construir e resolver problemas de interesse científico, o que contribuiu para agregar novos conhecimentos que endossam a formação humanística, científica e tecnológica oferecida pelo IFRN a todos os sujeitos que dele fazem parte. Nesse contexto, a primeira aproximação que têm os estudantes do universo das diversas ciências é a interação que estabelecem com os conhecimentos historicamente acumulados pelas áreas do saber, o que viabiliza espaços de natureza cognitivo-epistemológicos para a construção de competências e habilidades próprias do fazer científico.

Com esse pensamento, a formação científica dos alunos tem continuidade a partir de sua inserção em projetos de pesquisa, por meio dos quais o processo de iniciação à ciência do jovem se associa a um cientista empenhado na produção de um conhecimento prudente que se articule às demandas apresentadas pela atmosfera social. Tal associação visa delinear o perfil intelectual do jovem cientista em formação e dotá-lo de virtudes como: dedicação, honestidade, organização, receptividade, expressividade, espírito crítico e inovador inerente às suas pretensões individuais e coletivas, especialmente. 

Como concorrer a uma Bolsa de Iniciação Científica?

As formas de pleitear uma bolsa de iniciação científica são duas:

Por meio de Projetos Isolados

Integrando-se a um projeto de pesquisa para desenvolvê-lo num plano de trabalho elaborado por um professor pesquisador, com título de especialista, mestre ou doutor, cuja equipe de trabalho desenvolva pesquisas isoladas.

Por meio de Bases de Pesquisa

Integrando-se a um projeto de pesquisa para desenvolver um plano de trabalho elaborado por um professor pesquisador, cujo grupo de trabalho faça parte de uma Base de Pesquisa (Grupo de pesquisa/Diretório do CNPq). A base deve desenvolver trabalhos em linhas de conhecimento afins e/ou em temas prioritários para a instituição, e o grupo de trabalho deve estar engajado em processo de formação de recursos humanos para a pesquisa, por meio de cursos de pós-graduação, visando facilitar a integração do aluno ao seu curso.

Requisitos e Compromissos do Bolsista

Os requisitos abaixo listados são parte do Edital de Distribuição de Bolsas de Iniciação, editado anualmente e disponível na página do IFRN. Para ser bolsista de Pesquisa e Inovação é preciso:

Estar regularmente matriculado e apresentar bom rendimento acadêmico;

Não ter vínculo empregatício e dedicar-se integralmente às atividades acadêmicas e de pesquisa;

Estar com o Currículo Lattes cadastrado, atualizado e publicado no CNPq;

Ser selecionado e indicado pelo professor orientador, contemplado com quota, conforme requisitos explicitados em edital;

Apresentar, após quatro meses de vigência da cota de bolsa, relatório parcial de pesquisa, contendo resultados preliminares do trabalho desenvolvido; 

Apresentar os resultados finais da pesquisa, sob a forma de exposição oral e/ou painel acompanhado de um relatório de pesquisa final com redação científica, que permita verificar o acesso a métodos e processos científicos; 

Nas publicações e trabalhos apresentados, fazer referência a sua condição de bolsista do CNPq ou IFRN;

Estar recebendo apenas esta modalidade de bolsa, sendo vedada a acumulação desta com a de outros programas do CNPq, de outra agência ou da própria instituição;

Manter, junto à Coordenação de Pesquisa, seu cadastro atualizado, contendo dados referentes aos documentos: CPF, matrícula no IFRN, nome completo, telefone, e-mail, conta bancária, agência bancária, telefone e endereço para contato;

Possuir conta bancária, cujo titular seja o próprio discente;

O não-cumprimento dos requisitos e compromissos mencionados implica no desligamento automático do bolsista do Programa de Iniciação Científica do IFRN.

 

Ações do documento

Página em carregamento