Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Servidores do IFRN participam de reunião com professores portugueses
Capacitação

Servidores do IFRN participam de reunião com professores portugueses

06/02/2017 - Evento acontece no auditório da Reitoria; na pauta, projetos de mestrado e doutorado na Universidade do Minho.

Servidores do IFRN participam de reunião com professores portugueses

Reunião trará exposição sobre os serviços acadêmicos oferecidos por aquela instituição, como a elaboração de projetos de pesquisa.

No segundo dia de atividades da equipe do Programa de Cooperação Técnico-Científica, mantido com a Universidade do Minho (UMinho), em visita ao IFRN, a programação traz um incentivo aos servidores do Instituto que têm pretensões de capacitação em Mestrado e Doutorado. Na tarde desta terça, 7/2, partir das 14h30, no auditório da Reitoria, haverá uma reunião, sob coordenação da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (Propi), para que os professores da UMinho esclareçam detalhes sobre os serviços acadêmicos oferecidos por aquela instituição, como a elaboração de projetos de pesquisa. Aberta à totalidade dos servidores do IFRN, a reunião também será exibida por webconferência e videoconferência.

A Universidade do Minho, formada por quatro institutos de ensino, oferece diversos programas de mestrado e doutorado, conforme o quadro descritivo abaixo:

Escolas da Universidade do Minho
Instituto de Educação
O Instituto de Educação tem por missão desenvolver projetos de ensino, de investigação e de interação com a sociedade na área abrangente da Educação. A investigação ​desenvolvida no Instituto de Educação centra-se nos processos, agentes e contextos de educação, ensino, aprendizagem, formação e desenvolvimento socioeducativo, envolvendo, por exemplo, cursos de formação contínua, estudos e pareceres. Para a concretização da sua Missão, o Instituto estabelece parcerias com instituições nacionais e estrangeiras que visem o enriquecimento mútuo e a consecução de objetivos comuns, como é o caso do IFRN. O IE oferece cinco programas de mes​trado e dois programas de doutoramento.
Instituto de Ciências Sociais
Apresenta-se com a missão de gerar, difundir e aplicar conhecimento no âmbito das Ciências Sociais, promovendo a educação superior e contribuindo para a construção de um modelo de sociedade baseado em princípios humanistas, que tenham o saber, a criatividade e a inovação como fatores de crescimento e desenvolvimento sustentável e elenca entre seus objetivos o intercâmbio cultural, científico e técnico com instituições e organismos estrangeiros com base em parcerias. O ICS, nos seus quatro departamentos, tem em seus programas nove mestrados e sete doutoramentos.
Escola de Engenharia
Fundada em 1975, a Escola de Engenharia da Universidade do Minho (EEUM) se define como “uma escola madura, de olhos postos no futuro, que detém uma posição de relevo entre as instituições congéneres”. Os nove departamentosatuam nas áreas científicas da sua competência, oferecendo cursos de 16 cursos de mestrado no seu  ciclo, 29 no ciclo e 24 no  ciclo.
Escola de Ciências
Também criada em 1975, a Escola de Ciências é escola de referência no ensino e investigação nas diferentes áreas das Ciências Exatas e Naturais. Integra cinco Departamentos (Biologia, Ciências da Terra, Física, Matemática e Aplicações e Química) e conta com um programa de pós-graduação que envolve 15 curso de mestrados e oito de doutoramentos.

Programa de Cooperação

Em atividade de 2011, o Programa de Cooperação Técnico-Científica firmado entre a Universidade de Minho e o IFRN é uma rede de cooperação em atividades científicas e acadêmicas entre as duas instituições, que prevê a contribuição contínua para formação e aperfeiçoamento de profissionais na área pedagógica e na pesquisa científica e tecnológica. Em 2017, o Instituto Federal do Rio Grande do Norte recebe comitiva de professores vindos daquela universidade portuguesa e também da Universidade de Cabo Verde para um balanço das atividades do Programa, para reuniões coletivas com os doutorandos ativos e para discutir o estabelecimento de novos protocolos.

Ações do documento

Página em carregamento