Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Quarta edição de Congresso Internacional é sediado pelo IFRN
COINTER

Quarta edição de Congresso Internacional é sediado pelo IFRN

04/12/2017 - A programação acontece no Campus Natal-Central e no Hotel Praiamar, de 4 a 8 de dezembro

Quarta edição de Congresso Internacional é sediado pelo IFRN

Teve início na manhã desta segunda-feira (4), a quarta edição do Congresso Internacional do Programa Despertando Vocações. Em 2017, o Cointer - PDV está sendo sediado na capital potiguar, tendo como anfitrião o Campus Natal-Central do Instituto Federal do Rio Grande do Norte. Realizada no auditório do Hotel Praiamar, em Ponta Negra, a abertura do evento contou com apresentações culturais da Banda Sinfônica e do Coral Infantil do IFRN, além de mesa diretiva composta pelos coordenadores do evento e representantes dos reitores do IFRN e IFPB, professores Marcio Azevedo e Neilor dos Santos.

“Alguns dos nossos professores participaram da edição anterior do evento e nos consultaram sobre a possibilidade de trazer essa estrutura para o RN. Aceitamos prontamente pois essa é oportunidade ímpar de mostrar a diversas partes do mundo quem é a nossa Instituição e o que ela faz pela sociedade. Além disso, as discussões realizadas no evento, em suas diferentes áreas, são de grande importância para os alunos do Instituto, tanto do Campus Natal-Central, como de outros campi que tenham representação das ciências agrárias, por exemplo”, expôs o professor José Arnóbio Araújo Filho, diretor-geral do Campus Natal-Central.

O Congresso é a culminância das atividades anuais desenvolvidas pelo Programa Despertando Vocações, que visa desenvolver interesse de estudantes por determinadas carreiras, e compreende quatro áreas do conhecimento: licenciaturas, ciências agrárias, gestão e tecnologia. Erick Viana, coordenador geral do Cointer, falou das demandas da equipe: “Contamos com outras coordenações que dão o suporte e fazem o trabalho acontecer. Na área das licenciaturas, a professora Kilma Viana é quem dá o direcionamento; ciências agrárias ficam na responsabilidade de Edisio Silva; gestão e tecnologia são coordenadas por Iraneide Pereira; e coordenação executiva fica por conta do professor Valdileno Vieira”.

Para o professor Marcio Azevedo, pró-reitor de Pesquisa e Inovação, que compôs a mesa diretiva representando o reitor do IFRN, professor Wyllys Farkatt Tabosa, o destaque são as perspectivas internacionais e possíveis parcerias que podem surgir: “Com grande potencial em internacionalização, com as várias representações estrangeiras, sediar um evento desse reforça nosso potencial de ensino, nossas ações de extensão, abrindo o leque de perspectivas para essas áreas”, disse.

Jorlic

Esta edição se torna ainda maior por abranger outros dois eventos: a Jornada das Licenciaturas, coordenada pela professora Maria Velasco; e o Seminário Institucional do Pibid, coordenado pela professora Andrezza Tavares. Acontecendo de 4 a 8 de dezembro, no Campus Natal-Central e no Hotel Praiamar, o Cointer tem participação de dez países, e as inscrições foram encerradas um mês antes do previsto, devido à alta procura. Ao todo, esta edição conta com 1.409 inscritos.

Coordenada pela professora Maria Velasco, a Jornada das Licenciaturas (Jorlic) se uniu ao Cointer em razão da similaridade de propósito dos eventos. Segundo Velasco, apesar de esta ser a sua segunda edição, a Jorlic é uma proposta que ainda está em desenvolvimento: "a intenção é divulgar os cursos de licenciatura do IFRN, buscando entender as necessidades da sociedade, atende-las e melhorar o que já tem sido feito. Os alunos que participam têm uma carga extra de experiência e aprendizagem, contribuindo para a manutenção de sua segurança no que diz respeito a planejamento e execução, trazendo maior consciência sobre seu papel na sociedade, no tocante a avançar, contribuir e estimular outros a seguirem mais adiante", disse.

Programa Despertando Vocações

O Programa Despertando Vocações trabalha com alunos desde o nono ano do ensino fundamental até o terceiro ano do ensino médio. Seu público, no Cointer, são alunos de curso superior em carreiras técnicas que buscam desenvolver projetos relacionados a problemas do mundo real, usando sua criatividade para resolver as propostas. Essa forma de envolvimento pode despertar o interesse dos estudantes pelas áreas compreendidas no PDV. Outro ponto importante do programa é seu caráter internacional, como sendo um de seus princípios, permitindo ao aluno conhecer novos horizontes, o que pode contribuir  com a sua formação: “nos últimos 4 anos tivemos 41 experiências de mobilidade internacional”, frisou Erick Viana, coordenador geral do Cointer.

Ações do documento

Página em carregamento