Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Qualidade de vida é o compromisso da Gestão de Pessoas para 2019
Planejamento 2019

Qualidade de vida é o compromisso da Gestão de Pessoas para 2019

08/02/2019 - Ações nas áreas de saúde e segurança do trabalho são as metas para o ano atual

Qualidade de vida é o compromisso da Gestão de Pessoas para 2019

Auridan Dantas, diretor de Gestão de Pessoas do IFRN

“A proposta é fazer - de forma equiparativa - uma política de Estado, e não de governo. Temos de estar preparados, efetivamente, para as necessidades de uma Instituição como a nossa”, declara Auridan Dantas, em entrevista concedida à Assessoria de Comunicação e Eventos (Asce) da Reitoria. Segundo o entrevistado, que é diretor de Gestão de Pessoas no IFRN, a expectativa para o ano de 2019 é a realização de mais ações semelhantes ao que foi desenvolvido em 2018. “Tendo em vista que nossas atividades têm obtido resultados significativos, tanto para o setor quanto para a Instituição e seus servidores, propomos vários projetos na área de saúde e qualidade de vida”. Confira na íntegra a elaboração de ações do setor para o ano de 2019:

Asce No âmbito do planejamento, quais as ações já previstas para este ano?

Auridan Dantas – Uma das grandes novidades, é a distribuição do recurso de capacitação, considerando que, até o ano passado, o recurso era dividido quase que igualitariamente por todos os campi, pois era baseado no quadro de referência. A partir de 2019 vão ser lançados editais onde os Campi irão concorrer, assim como já era feito no setor de qualidade de vida. a ideia é que sejam apresentados projetos, devido a necessidade de melhoria quanto ao uso do recurso. Além disso, desenvolvemos o 'Prêmio de Gestão de Pessoas' e estamos para lançar o edital, provavelmente, no mês de março. O prêmio consiste na apresentação de projetos e trabalhos voltados para a área de gestão de pessoas, onde teremos avaliadores externos que irão julgar e eleger essas ações. A ideia é que, implementando esse prêmio, iremos aperfeiçoar o trabalho do setor dentro e fora da Instituição. Outra grande novidade para este ano é o desenvolvimento de um site exclusivo para o Gestão de Pessoas. A proposta vem sendo discutida com a Direção de Gestão de Tecnologia da Informação (DIGTI), e o objetivo é que a página conste todas as bases legais e formulários da gestão, assim como já é na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e em outras várias instituições. Visamos com isto facilitar a vida dos nossos servidores, possibilitando encontrar todas as informações em apenas um local.

AsceQuanto às inovações, o que podemos esperar da Gestão de Pessoas?

Auridan Dantas São muitas coisas, muitas ações nas áreas de segurança e saúde do trabalho. Um exemplo disto é que, também este ano, iremos retomar o Programa de Preparação para Aposentadoria, onde será nomeado por “Aposentação”. Isto significa que os colegas que estão com abono de permanência com o período de três anos, vão ter a chance de entrar para um programa de educação para aposentadoria. O intuito é a preparação para este momento da vida, em vista que, muitas pessoas se aposentam e não tem o conhecimento do que fazer após isso. Vamos aguardar por essa participação no programa, inclusive eu, que estou perto de me aposentar. Ainda, sobre inovação, iremos executar o mapeamento de competências, a considerar que são poucas as instituições no Brasil que possuem este mapeamento. É assim que pretendemos aprimorar, progressivamente, a utilização do recurso de capacitação e, deste modo, investir na qualificação de sistemas com mais eficácia e eficiência. Como resultado, os servidores serão habilitados no que, efetivamente, eles precisam e a Instituição também.

Asce – Para finalizar, o que o setor tem projetado a longo prazo?

Auridan Dantas – Temos trabalhado diuturnamente com o objetivo de oferecer sempre o melhor. Recentemente, tivemos uma reunião de coordenadores com o propósito de preparar o que esperamos para uma próxima gestão, independente de quem vai ser candidato ou eleito. Propomos a criação de uma Assessoria de Gestão de Riscos, a julgar que somos excessivamente auditados por todos os outros setores, pois somos responsáveis pelo maior volume de recurso da Instituição como na área de pessoal, pagamento de todos os aposentados, efetivos, estagiários, e afins. Possuir uma Assessoria de Gestão de Riscos, de Legislação e de Publicação e Registros vai simplificar a vida dos servidores e a de quem trabalha na Gestão de Pessoas. 

Ações do documento

Página em carregamento