Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Projeto reúne professores de Física para aprimorar pesquisas sobre partículas
Extensão

Projeto reúne professores de Física para aprimorar pesquisas sobre partículas

19/09/2017 - Grupo encontra-se na Europa para visita ao LIP e ao CERN, laboratórios de referência na área

Projeto reúne professores de Física para aprimorar pesquisas sobre partículas

Da esquerda para direita: Caio Vasconcelos, Geneci Medeiros, Jacques Cousteau, Maria Emília Barreto, Flávio Urbano, Hérik Dantas, Esaú Cesário (agachado), Francarlos Martins (agachado), Glória Albino, Amadeu Albino, Giovanninni Batista, Bruna Batista.

Com o objetivo de promover uma formação continuada para professores do IFRN sobre divulgação científica, foi criado o projeto de Extensão “Inclusão Científica: do conhecimento à divulgação da Física de Partículas”. O projeto é coordenado pelo professor Amadeu Albino, do Campus Natal-Central, e conta com a participação de 12 docentes de outros oito campi do Instituto: Ceará-Mirim, Currais Novos, EaD, João Câmara, Macau, Natal-Zona Norte e Santa Cruz.

“Além da capacitação, o projeto vai atuar também na inclusão científica de estudantes de escolas públicas estaduais e municipais, tendo como parceiros o European Organization for Nuclear Research (CERN), localizado em Genebra/Suíça; o Laboratório de Instrumentação em Física Experimental de Partículas (LIP), em Lisboa/Portugal, a UFRN e a UERJ”, explicou Amadeu.     

VISTAS TÉCNICAS

A partir dos contatos mantidos com os parceiros, os professores encontram-se nesta semana na Europa para visita ao CERN e ao LIP. Na segunda-feira (18), eles estiveram em Lisboa, onde fizeram uma visita técnica ao LIP. Na oportunidade, assistiram a duas palestras: uma com o pesquisador Mario Pimenta sobre as atividades do Laboratório e uma segunda com Pedro Abreu, sobre Universo Invisível.

O projeto de Extensão desenvolvido no IFRN, inclusive, é repercussão do trabalho do professor Pedro Abreu sobre divulgação científica. Ele é coordenador da Escola de Física CERN em Língua Portuguesa, da qual Amadeu Albino participou em 2012. Dessa participação, foram geradas parcerias com o pesquisador do CERN Denis Damazio e com os professores Anderson Guedes e Ronani Lisbôa, da UFRN, além de Márcia Begalli, da UERJ.  A partir desta quarta-feira (20), os professores do IFRN estarão em Genebra, onde farão a visita técnica ao CERN, sob orientação do pesquisador Denis Damazio.

A FÍSICA DE PARTÍCULAS

 

A Física de Partículas é responsável por estudar os menores objetos da natureza. Pode ser entendida como uma forma de responder a algumas das perguntas mais recorrentes da humanidade, como o “de onde viemos?”, “como surgiu o universo?”. Foram essas inquietações que fundamentaram a construção do Grande Colisor de Hádrons (LHC), Large Hadron Collider, em inglês, o maior acelerador de partículas do mundo, localizado no CERN. Em agosto, como uma das ações do projeto de Extensão, o professor Amadeu Albino promoveu uma visita virtual ao LHC aos participantes da Campus Party 2016.

Ações do documento

Página em carregamento