Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Pró-Reitoria de Ensino dá início a processo de revisão de documentos
Comitê Gestor

Pró-Reitoria de Ensino dá início a processo de revisão de documentos

27/06/2016 - Em breve, Diretoria de TI começará os testes para tramitação eletrônica de processos

Pró-Reitoria de Ensino dá início a processo de revisão de documentos

Reunião do Comitê Gestor acontece no Gabinete da Reitoria

Coordenada pelo reitor Wyllys Farkatt Tabosa, reunião do Comitê Gestor da Reitoria aconteceu nesta terça-feira (27) com representantes dos principais setores sistêmicos do IFRN: ensino; pesquisa; extensão; planejamento institucional; administração; gestão em Tecnologia da Informação; em atividades estudantis; em pessoas e comunicação social. 

No encontro, o pró-reitor de ensino, Agamenon Tavares, informou que foi dado início ao processo de revisão da Projeto Político Pedagógico (PPP) e da Organização Didática (OD) do Instituto. Uma comissão formada por 34 servidores, coordenada pelo professor João Maria Palhano, vai desenvolver todo o cronograma e a metodologia de trabalho. "Essa primeira fase deve durar cerca de 60 dias", explicou o pró-reitor.

Em relação à gestão em Tecnologia da Informação, o diretor André Gustavo Duarte declarou que o sistema para tramitação eletrônica de processos já está praticamente concluído. "Devemos começar a fase de testes pela Reitoria. Nossa previsão é que, em 2017, todos os processos do IFRN tramitem de forma digital", explicou o diretor.

O pró-reitor de Pesquisa, Márcio Azevedo, apresentou a proposta de lançamento de edital para o fomento da inovação tecnológica e empreendedorismo. "A intenção é fazer isso em parceria com a Extensão, ainda neste ano", completou. Régia Lopes, pró-reitora de Extensão, informou que estão sendo organizados para agosto eventos em todos os campi para a promoção do estágio. 

O Comitê Gestor da Reitoria se reúne todas as semanas. "Nosso objetivo é estabelecer um espaço de diálogo a fim de que os gestores e demais servidores se apropriem do que vem sendo feito na Instituição, propondo assim melhorias para a atuação do IFRN nas diversas áreas", explicou o reitor do IFRN. 

 

Ações do documento

Página em carregamento