Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN faz balanço sobre busca de recursos junto à bancada parlamentar
Retrospectiva

IFRN faz balanço sobre busca de recursos junto à bancada parlamentar

15/12/2017 - Recursos vindos de emendas de bancada deverão ser utilizados na infraestrutura física e de equipamentos

IFRN faz balanço sobre busca de recursos junto à bancada parlamentar

Fórum de Reitores do Rio Grande do Norte é formado pelo reitores do IFRN, da Ufersa e da Uern, além da reitora da UFRN

Com uma bancada heterogênea como sua população, o Rio Grande do Norte possui 11 parlamentares atuando em Brasília. Em contato com esses oito deputados e três senadores, o reitor do IFRN, professor Wyllys Farkatt Tabosa, vem buscando emendas ao orçamento da União que permitam o investimento em instituições federais de ensino no RN, patrimônio do povo potiguar. Neste ano, com o contingenciamento de 15% de custeio e de 40% de capital, o Instituto foi desafiado a refazer seu planejamento e adaptar-se à nova realidade financeira. "Sabemos que educação requer investimentos. Estamos lutando em todas as frentes para reverter essa realidade financeira", disse o reitor.

Exemplo dessa luta foi a visita feita, em agosto de 2017, ao coordenador da bancada parlamentar do Rio Grande do Norte, deputado federal Felipe Maia (DEM). O principal tema da reunião foi a emenda de bancada proposta pela senadora Fátima Bezerra para a expansão e fortalecimento do Instituto, no valor de R$ 14 milhões. Se liberados, os recursos deverão ser utilizados para investimentos na infraestrutura física e de equipamentos dos campi do IFRN, como renovação de laboratórios de informática e construção de parques esportivos.

Articulação

Em setembro, numa reunião técnica da Comissão de Educação (CE) da Câmara, parlamentares de diversos partidos reforçaram apoio à Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Na pauta, a atualização do orçamento em 2017, recursos para 2018 e ações de ensino, pesquisa e extensão. Presente ao encontro, Wyllys declarou: "Foi importante presenciar a discussão e ver que nossos esforços em busca de mais apoio para a educação não estão isolados. Do Rio Grande do Norte, além de mim, participou da reunião a deputada federal Zenaide Maia. Em sua fala, a parlamentar fez questão de destacar a atuação do Instituto Federal do Rio Grande do Norte".

O Fórum de Reitores do Rio Grande do Norte, formado pelo reitor do IFRN, pela reitora Ângela Maria Paiva Cruz, da UFRN, e pelos reitores José de Arimatea de Matos e Pedro Fernandes Ribeiro Neto, da Ufersa e da Uern, respectivamente, se reuniu em nova investida. Em 2 de outubro, também em Brasília, foram apresentados à bancada potiguar os indicadores da presença das Instituições de Ensino Superior no Estado. Na oportunidade, os deputados Rafael Motta (PSB), Zenaide Maia (PR) e a senadora Fátima Bezerra (PT), além de técnicos do setor financeiro do Ministério da Educação (MEC), foram recepcionados no gabinete do deputado Felipe Maia.

Após reuniões, encontros e audiências públicas, o esforço traz resultados: foram alocados recursos da ordem de três milhões de reais de duas emendas parlamentares.  Um recurso de emenda da senadora Fátima Bezerra, no valor de um milhão, vem especificamente para uma ação-compromisso com o Campus Natal Zona Norte, que é a construção da biblioteca do campus; os outros dois milhões de reais vêm de emenda da deputada Zenaide Maia e serão divididos para atendimento de projetos estruturantes de equalização da infraestrutura de diferentes campi: “com essas obras conseguiremos dar a todos os campi mais ou menos o mesmo patamar de infraestrutura, em especial nas áreas esportivas e nos laboratórios, para poder desenvolver as atividades necessárias ao cotidiano de nossos estudantes”, declarou Wyllys.

Lei do Retorno

Fazendo o movimento inverso, o gabinete da Reitoria, ainda em outubro, recebeu a visita de autoridades do poder legislativo estadual e municipal. O deputado estadual Nelter Queiroz, o presidente da Câmara dos Vereadores de Parelhas, Humberto Gondim, e a vereadora Paula de Saint Clair, do município de Jucurutu, vieram tratar da transformação das unidades de Lajes e Parelhas, atualmente vinculados à Reitoria, em campi autônomos. Nelter Queiroz falou da importância de contemplar Jucurutu numa próxima fase de expansão do Instituto. “A cidade é a segunda maior da microrregião do Vale do Açu e a construção de um campus beneficiará não só o município, como também vários outros que se encontram na vizinhança”, disse.

O reitor do IFRN explicou que já há no MEC um estudo que trata de ações que visam a expandir e melhorar a Instituição, estudo este que inclui a construção de um campus em Jucurutu. Na oportunidade, Wyllys ponderou que tanto a construção de novas unidades como a transformação dos campi avançados já existentes em campi autônomos dependem de decisões políticas em esferas superiores e que por isso é necessário haver mobilização de forças e articulação de lideranças do estado. Por fim, os parlamentares se comprometeram a buscar esse apoio junto a bancadas estaduais e federais para o atendimento das propostas”. O IFRN hoje tem 21 campi espalhados por todas as regiões do Rio Grande do Norte. Com mais de 30 mil estudantes e 3 mil servidores, promove a pesquisa e a inovação, atividades extensionistas, além de manter programas de assistência estudantil, cultura e esportes. Seria extremamente positivo fomentar o desenvolvimento da microrregião do Vale do Açu investindo na Educação”, declarou o reitor.

Ações do documento

Página em carregamento