Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN realiza parceria com sistema internacional de cadastro de pesquisadores
ORCID

IFRN realiza parceria com sistema internacional de cadastro de pesquisadores

22/01/2018 - Cadastro ajuda a projetar internacionalmente as pesquisas de servidores

IFRN realiza parceria com sistema internacional de cadastro de pesquisadores

2018 já está correndo e a comunidade acadêmica, entre tantos afazeres, tem de se dedicar à administração de projetos, artigos e trabalhos nas áreas de ensino, pesquisa e extensão. Além de administrar as ações, é necessário ainda procurar formas de sistematizar e divulgar as atividades que vem sendo realizadas. O que muitos servidores não sabem é que podem fazer uso do Orcid, uma ferramenta através da qual toda a produção acadêmica pode ser listada e ganhar alcance internacional.

Open Researcher Contributor Identification Initiative (Iniciativa Aberta de Identificador de Pesquisador Contribuidor, em português), ou simplesmente Orcid, é um identificador único de 16 dígitos que segue o pesquisador ao longo da sua carreira acadêmica, independentemente de sua formação, e é reconhecido no mundo todo.

Em 2016, a Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (Propi) realizou a assinatura da ferramenta. Nos últimos meses, a equipe da Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação (Digti), junto à Propi, empreendeu um esforço para criar um ambiente de integração entre o Orcid e o SUAP. Com a adesão do corpo acadêmico do Instituto, o IFRN dará sequência a novas ações. Assim pensa Darlyne Fontes, à frente da Coordenação da Editora: “o Orcid é importante para o pesquisador porque é uma ferramenta que proporciona maior visibilidade acadêmica e em nível internacional, já que no perfil do usuário se colocam as principais informações sobre a vida profissional do pesquisador". Segundo Darlyne, o ambiente de integração entre o Orcid e o SUAP ocorrerá quando os pesquisadores da instituição aderirem ao cadastro no Orcid, o que facilitará a migração de informações dos pesquisadores entre os sistemas.

Em janeiro de 2018, as estatísticas relatadas pela Orcid traziam 4.305.781 de iDs ativos e um total de 26.853.795 de atividades de trabalho, incluindo publicações, conjuntos de dados, patentes e outras produções de pesquisa. Além desse universo de pesquisas e projetos, “os principais atrativos de aderir ao Orcid é possuir um currículo internacional enquanto pesquisador, uma vez que no Brasil é um movimento crescente e que várias instituições do Sudeste estão aderindo. O currículo Lattes é nacional, por sua vez, o Orcid tem visibilidade internacional e possibilidade de integração entre sistemas, favorecendo a atualização de dados a partir de uma plataforma, a exemplo do SUAP quando a integração for realizada futuramente”, finalizou Darlyne.

Para Rafael Pinto, analista de Tecnologia da Informação no IFRN, a respeito da parte técnica para a integração entre o Suap e o Orcid, o sistema possui uma boa documentação, além de suporte técnico via telefone ou e-mail para sanar dúvidas, o que facilitou o desenvolvimento da integração. “Para a primeira versão, ainda não liberada no ambiente de produção (disponível apenas no ambiente de homologação), o nosso sistema obterá as principais informações cadastradas no Orcid (tais como biografia, educação, emprego e trabalhos acadêmicos), disponibilizando em uma página interna no próprio Suap. Havendo atualização destas informações na plataforma Orcid, o Suap irá obtê-las e atualizá-las automaticamente uma vez ao dia”, disse o analista.

RELEVÂNCIA INTERNACIONAL

Em uma carta aberta datada de 1 de janeiro de 2016, oito editoras, incluindo a Royal Society, a União de Geofísica dos Estados Unidos, Hindawi, o Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos, Public Library of Science, e Science, comprometeram-se com a exigência que todos os autores em seus diários deveriam ter um id Orcid. 

O Currículo Lattes (CNPq) já utiliza o Orcid iD na identificação dos pesquisadores. Universidades, associações e institutos de pesquisa, como a USP, a Unicamp e a Unesp já estão integrados ao Orcid iD. Essa integração garante a automática atualização de publicações que possuam DOI. Outra ferramenta já associada é o Google Scholar, que, a partir de um perfil Google, permite exportar artigos e trabalhos para o seu registro Orcid no formato BibTex.

Os registros Orcid armazenam informações como nome, variações de nome, e-mail, educação, afiliação e atividades, tais como publicações, concessões, patentes e outros trabalhos acadêmicos, identificando cientistas e outros autores acadêmicos e contribuidores.  Seu objetivo é fornecer aos pesquisadores um 'curriculum vitae' digital. Constantemente atualizado, o registro cria um perfil que vai além de uma simples lista de publicações. “A ideia é que outras organizações utilizem a base de dados de acesso aberto Orcid para criar os seus próprios serviços”, diz a página do identificador na internet.

O sistema Orcid também permite a coleta, visualização, conexão e sincronização de informações de e para sistemas, uma vez que o Orcid interopera com outros sistemas e bancos de dados, caso do Sistema Único de Administração Pública (Suap). Além disso, o Orcid iD facilita a vinculação e atualização de suas publicações e atividades por meio da integração e sincronização de trocas de dados entre organizações confiáveis. "O método de vinculação é rápido e transparente. Desta forma, não será mais necessário atualizar suas atividades e publicações em diferentes bases de dados e currículos", explicou a coordenadora da Editora IFRN.

O Orcid foi desenvolvido por um grupo entre os quais figuram a Elsevier; o registro é um subconjunto do International Standard Name Identifier (ISNI) mantido pela International Organization for Standardization (ISO) e possui o ResearcherID, o Scopus ID entre os identificadores integrados, bem como as bases de dados Web of Science, da Thomson Reuters e Scopus, da Elsevier.

Passo a Passo para obter seu Orcid

Cadastre-se: preencha o formulário com o maior número possível de dados, copie/cole sua apresentação do CVLattes;

Importe e/ou registre toda sua produção: importe sua produção do ResearcherID, caso tenha, LinkedIn, CrossRef, Scopus etc. A tendência é que um número cada vez maior de indexadores disponibilize seus registros para serem importados pelo Orcid;

Divulgue seu Orcid: inclua seu Orcid completo, hiperlinkado, no final de suas referências, nas submissões que fizer de artigos, de projetos para agências de fomento etc.

Links úteis

Open Researcher Contributor Identification Initiative – Orcid   

Sistema Integrado de Bibliotecas – SIBI  

Sistema Único de Administração Pública – SUAP

 Com informações do Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade de São Paulo


Ações do documento

Página em carregamento