Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Obra sobre estrutura organizacional dos Institutos é lançada na Reditec
Gestão

Obra sobre estrutura organizacional dos Institutos é lançada na Reditec

14/09/2018 - Livro é de autoria do Reitor e do Assessor de Suporte Organizacional do IFRN

Obra sobre estrutura organizacional dos Institutos é lançada na Reditec

“Uma obra de significativa relevância para os estudos e as reflexões acerca da organização e da gestão educacional/escolar, em particular para se compreender os institutos federais”. Assim, Márcio Adriano de Azevedo, pró-reitor de Pesquisa e Inovação do IFRN, define o livro ‘Instituto Federal: uma organização composta de organizações’, lançado ontem (13), durante a programação do quarto dia da Reditec.

O livro é resultado de pesquisa e produções acadêmico-científicas de seus autores: Wyllys Farkatt, Reitor do IFRN, e Francisco Mariz, Assessor de Suporte Organizacional da Instituição. Segundo eles, a produção diz respeito a uma avaliação criteriosa de como se encontram os Institutos, do ponto de vista da organização administrativa e gerencial, depois de 10 anos de sua criação.

Lançada em formato e-book, o livro  traz discussões sobre temas como Marcos da Rede Federal de Educação Profissional no Brasil, a estruturação racional e divisionalizada dos institutos e suas aproximações com o modelo universitário.

Durante a cerimônia de lançamento do livro, Márcio Azevedo, que escreveu o prefácio, ressaltou o que considera a maior relevância da obra: “aqui está o resultado de pesquisa e produções acadêmico-científicas, mas também de notórias experiências e conhecimento profissional de décadas no âmbito da organização no tocante a seus autores. Quem tiver interesse em conhecer um pouco mais sobre o instituto federal como uma organização educacional, escolar acadêmica e educativa, o livro é uma boa pedida”, disse.

Temas

Segundo Wyllys, a escolha da Reditec para o lançamento do livro foi lógica, pois a obra é voltada para o público presente ao evento: reitores, pró-reitores, diretores-gerais e diretores sistêmicos. “Se os atores responsáveis pelo desenvolvimento e pela consolidação da Rede se apropriarem dessa obra e fizerem reflexões sobre ela, vão encontrar muitas similitudes com o que está acontecendo nos seus institutos, nos seus campi, nas suas pró-reitorias e nas suas diretorias”, destacou o reitor. Para ele, a consolidação dos campi nesses dez anos da Rede Federal se deu num grau de autonomia pouco compreendido se considerado o que está parametrizado nos estatutos, regimentos, nos projetos político-pedagógicos e na legislação que criou os institutos.

“O exemplo que a gente coloca é o ímpeto que se percebe pela oferta de cursos de ensino superior e até de pós-graduação stricto sensu que se tem na construção dos Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), quando a lei exige que o mínimo de nossas ofertas seja de cursos técnicos de nível médio, preferencialmente na modalidade integrado”, disse. O reitor finaliza ressaltando que a obra pode servir de alerta para todos os gestores, ao buscar a construção desta identidade à luz da lei que criou os institutos e diante da história da Educação Profissional e Tecnológica nacional, parte da base estruturante da formação dos estudantes brasileiros.

Acesse:

E-book: Instituto Federal: uma organização composta de organizações

Ações do documento

Página em carregamento