Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN promove encontro entre Jovens Embaixadores
Internacionalização

IFRN promove encontro entre Jovens Embaixadores

06/11/2015 - Diálogo aconteceu durante a Semana de Ciência e Tecnologia do Campus Natal-Zona Norte

IFRN promove encontro entre Jovens Embaixadores

Nicholas, Isadora e Rafael (da esquerda para a direita) são Jovens Embaixadores do Brasil nos EUA

Nicholas de Oliveira é aluno do curso técnico integrado em Comércio do Campus Natal-Zona Norte do IFRN. Rafael Alves faz o técnico integrado em Geologia no Campus Natal-Central. Isadora Rocha terminou neste ano o curso técnico integrado em Edificações, também no Campus Natal-Central. Em comum, além de alunos do Instituto, os três são Jovens Embaixadores do Brasil nos EUA e se encontraram na tarde desta quinta-feira (5), durante a Semana de Ciência e Tecnologia do Campus Natal-Zona Norte. A finalidade do encontro, promovido pela Assessoria de Relações Internacionais, ligada à Pró-Reitoria de Extensão do IFRN, era estabelecer um diálogo sobre o programa.

Nicholas e Rafael acabaram de ser selecionados para o Jovens Embaixadores 2016. Já Isadora foi selecionada para a edição 2014 do programa. Ainda em clima de comemoração pela seleção dos 2 primeiros - o resultado foi divulgado em 29 de outubro -, os estudantes falaram, principalmente, sobre a missão que assumiram. "Hoje eu sou Rafael, Jovem Embaixador, e tenho a missão de trazer a mudança, fazer uma sociedade melhor", disse. 

O Jovem Embaixador é um programa de diplomacia entre Brasil e EUA, sob responsabilidade da embaixada dos Estados Unidos. De acordo com Isadora, o objetivo é estreitar os laços entre as culturas americana e brasileira, fazendo com que os jovens se tornem agentes efetivos de transformações sociais. São selecionados representantes de todo o Brasil. "No final, a principal lição que aprendemos com a experiência é: seja a mudança que você deseja ver no mundo", destacou. Isadora se inscreveu para participar do programa em 2012. Não foi selecionada de imediato, mas conquistou a oportunidade de participar do English Immersion, em 2013, voltado aos finalistas do Jovens Embaixadores. No mesmo ano, recebeu o convite para integrar o Science Camp, um programa voltado para promover a participação feminina na ciência. As 3 ações são organizadas pela Embaixada Americana. Ainda em 2013, Isadora se inscreveu novamente e foi selecionada para o Jovens Embaixadores 2014.

Uma das exigências do  programa é que o candidato faça trabalho voluntário. De acordo com Nicholas, o processo de seleção dos Jovens é formado por três fases: na primeira, os interessados enviam documentos que comprovam a participação em trabalhos voluntários, a renda dos pais, o histórico escolar, entre outras informações. Os candidatos também devem ser alunos de escola pública. Com base no cumprimento dos requisistos, eles são pré-selecionados e passam por uma segunda fase de entrevistas e testes. "Nesse momento, querem saber um pouco mais sobre nós, de uma maneira mais subjetiva. Se somos capazes de cumprir a missão diplomática exigida pelo programa e a nossa capacidade de engajamento com causas sociais", destacou Nicholas. É dessa fase que são indicados os finalistas. A decisão final é de responsabilidade da Embaixada Americana.

Segundo Isadora, a fase de vivência dos selecionados, nos EUA, é bastante intensa. Os Jovens Embaixadores passam um período de 3 semanas no país. Lá eles conhecem Washington D.C., aprendendo sobre a organização política e diplomática do país, e passam mais de uma semana na casa de uma família hospedeira. É nesse momento que conhecem mais de perto o cotidiano de um cidadão americano e fazem trabalho voluntário em escolas e projetos sociais. Durante esse período, têm uma proximidade direta com a cultura americana e, também, com a do próprio Brasil, uma vez que se encontram com os Jovens Embaixadores representantes de outros estados do país. Para Isadora, o programa é uma oportunidade para desconstruir preconceitos, tendo por base a convivência com realidades distintas. Além disso, é uma grande motivação, pois permite ver experiências positivas, desenvolvidas ao redor do mundo. "Antes disso, não temos noção do tanto de mudanças que podemos promover", finalizou.

Nicholas e Rafael viajam em 8 de janeiro de 2016 para os EUA. Além das atividades já citadas, eles também participarão de reuniões com organizações americanas públicas e privadas, assistirão oficinas sobre liderança, empreendedorismo e terão orientações sobre posicionamentos diplomáticos. 

Semana de Ciência e Tecnologia do Campus Natal-Zona Norte

Isadora e Rafael também foram prestigiar a participação de Nicholas na Semana de Ciência e Tecnologia do Campus Natal-Zona Norte. O evento começou na terça (3) e se encerra nesta sexta (6), com a realização simultânea da II Mostra de Ciência e Tecnologia da Zona Norte de Natal (MocitecZN), o VI Movimento Científico Norte e Nordeste (Mocinn) e o Simpósio de Iniciação à Pesquisa e Extensão do Campus (SipexZN). Nicholas participou da MocitecZN, apresentando os resultados do projeto de extensão que desenvolveu neste ano. O projeto tinha o objetivo de promover o empreendedorismo feminino em mulheres em situações de vulnerabilidade social. O intercâmbio cultural também foi uma das marcas da Semana, que contou com a participação de estudantes de diferentes estados brasileiros e de países como Espanha, México, Colômbia e Chile. 

Acesse:

Programa Jovens Embaixadores

Ações do documento

Página em carregamento