Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / IFRN e Universidade de Coimbra abrem parceria para Doutorado
OPORTUNIDADE

IFRN e Universidade de Coimbra abrem parceria para Doutorado

13/02/2019 - Convênio tem como objetivo permitir o intercâmbio de servidores nas áreas de Direito e Computação

IFRN e Universidade de Coimbra abrem parceria para Doutorado

Público-alvo é composto por docentes e servidores técnico-administrativos que atuam ou têm formação na área da Tecnologia da Informação

Em 2019 o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) iniciará um convênio com a Universidade de Coimbra, em Portugal. Com a finalidade de proporcionar o intercâmbio de servidores para o desenvolvimento de estudos de Doutorado, a parceria visa a elaboração conjunta de projetos de pesquisa e troca de conhecimento. As primeiras áreas que iniciarão os trabalhos serão Direito e Computação.

Na área de Computação, a previsão é da abertura de 20 vagas para Doutorado ainda neste ano. “A dinâmica será semelhante a Universidade do Minho, na qual a seleção ficará por conta da Universidade de Coimbra” conta André Almeida, professor responsável pela articulação acadêmica com o Departamento de Engenharia Informática da Universidade portuguesa. É responsabilidade do IFRN custear o deslocamento e a estadia por um mês em Portugal, por ano, na forma da regulamentação vigente para a Universidade do Minho, e cabe ao aluno o pagamento da anuidade.

Já na área de Direito, "a parceria abre uma oportunidade em uma das universidades tidas como referência mundial na área". A afirmação é de Auridan Dantas, diretor de Gestão de Pessoas do IFRN (DIGPE). Ainda em 10 de dezembro, a Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (Propi) foi palco de uma reunião de "Cooperação Internacional", envolvendo a DIGPE, servidores da área do Direito, e o professor Luís Alcoforado, do departamento de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra. 

Convênio

Em Portugal desde a última segunda, 11, o reitor do IFRN, professor Wyllys Tabosa, assina em Coimbra o convênio na próxima semana, no âmbito do protocolo que está sendo estabelecido entre o Instituto e a universidade portuguesa. Após a assinatura, serão discutidos os pormenores da oferta. Até esta sexta, o reitor participa de atividades na Universidade do Minho, outra parceira em solo português. De acordo com o pró-reitor de Pesquisa e Inovação, professor Márcio Azevedo, o protocolo com a Universidade de Coimbra inaugura novas frentes na oferta de pós-graduação, de pesquisa e de publicações, além de indicar o quanto o Instituto se consolidou nas ações de internacionalização em parceria com Portugal. 

Preparação

Segundo André Gustavo, com o intuito de aproximar os pretensos candidatos do IFRN e os professores da área de computação da Universidade de Coimbra, será realizada uma série de workshops virtuais, abertos ao público e sem necessidade de pré-inscrição, em que serão apresentados os projetos e interesses de pesquisa dos docentes, possibilitando que cada servidor interessado possa conhecer melhor e realizar contato prévio com os futuros orientadores. “Em proposta que está sendo discutida com a Universidade de Coimbra, pretendemos que, pelo menos, um professor doutor do IFRN possa trabalhar em conjunto com o candidato e orientador, quem sabe agregando mais pessoas (servidores, alunos e colaboradores) ao longo do desenvolvimento do projeto”, afirma André. Os professores doutores do IFRN também poderão participar de atividades de Pós-Doutorado.

A inauguração desse processo acontece no próximo dia 20, às 14h, por meio da realização do primeiro workshop. O público-alvo é composto pelos docentes e servidores técnico-administrativos que atuam ou têm formação na área da Tecnologia da Informação. Na oportunidade, serão apresentados os professores e projetos que estão interessados na área de Segurança da Informação, com os temas (não limitados) de Segurança na Internet das Coisas, Segurança em Infraestruturas Críticas, Segurança em Smart Cities, Segurança em 5G, Segurança em Software, Segurança em Cloud e Segurança em Sistemas Ciberfísicos. Na ocasião, o professor Edmundo Monteiro, chefe do Departamento de Engenharia Informática da universidade portuguesa, fará uma apresentação geral sobre o programa de doutoramento, seguido pela apresentação dos projetos dos professores na área de Segurança. Após esta atividade, será aberto tempo para interlocução entre os participantes. O evento será transmitido a partir de Portugal, através da plataforma de webconferência da RNP. Para acessar a sala, é necessário que o interessado escolha a opção “Não tenho conta” e digite seu nome. 

Durante os meses de março e abril, novos workshops serão feitos, para outras áreas do Departamento e do Centro de Pesquisa em Informática e Sistemas. Mais informações sobre os projetos de pesquisa, áreas de concentração e o programa de doutoramento em computação, podem ser encontradas nos links abaixo:

Site do Departamento de Engenharia Informática

Site do centro de pesquisa Centre of Informatics and Systems

Site do programa de doutoramento

 

Ações do documento

Página em carregamento