Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / GerAção Solidária capacita em comunicação popular
SOLIDARIEDADE

GerAção Solidária capacita em comunicação popular

12/06/2018 - Projeto realiza seminários para os empreendedores que acompanha

GerAção Solidária capacita em comunicação popular

Na ocasião os participantes dos grupos responderam a um diagnóstico de comunicação

Deixar um legado e melhorar efetivamente a comunicação dos grupos de Economia Solidária do Rio Grande do Norte. Esses têm sido os objetivos da maratona de visitas que o núcleo-Natal do projeto Geração Solidária está realizando desde o início de maio aos 30 empreendimentos acompanhados pelo projeto no estado.

O foco do trabalho é a criação de logomarcas e a coleta de informações para a construção de boletins informativos contando a história dos grupos e falando dos processos de produção de cada um. Na ocasião também são feitos registros fotográficos. 

"A ideia das visitas é aprofundar a compreensão dos empreendimento nas questões de comunicação a partir da perspectiva popular. Que possam refletir sobre as questões sociais, históricas, culturais e econômicas que os levaram até a Economia Solidária e seu papel como agentes de informação", explica Vitor Pimentel, responsável pela comunicação do núcleo-Natal do GerAção Solidária e que está a frente dos encontros.

Em menos de um mês já foram realizadas mais de 10 visitas. A previsão é que o roteiro esteja finalizado até agosto. De acordo com o planejamento, até setembro, todo material deve ser entregue aos grupos. 

Seminários Territoriais
A escolha sobre as ações de comunicação que seriam viabilizadas foi democrática. As demandas surgiram a partir de quatro seminários territoriais que ocorreram nos IFs de Canguaretama, São Paulo do Potengi, João Câmara e Parnamirim entre fevereiro e março deste ano. Os encontros trataram de temas como a democratização da mídia, a importância de um pensamento crítico a respeito das notícias, o jornalismo dos grandes veículos de comunicação e a responsabilidade social com a informação em tempos de redes sociais. 

Na ocasião os participantes dos grupos responderam a um diagnóstico de comunicação indicando quais as ações que desejariam que fossem realizadas. As fotos desses seminários estão disponíveis na FanPage do GerAção Solidária no Facebook, assim como os registros da maratona de visitas.

Para Teresa Freire, uma das coordenadoras do GerAção Solidária, esse esforço do núcleo-Natal em priorizar as capacitações em temas relacionados a comunicação popular é uma forma de fortalecer a autonomia dos grupos. "Nos tempos modernos poucas coisas podem ser tão revolucionárias do ponto de vista da emancipação econômica e política dos sujeitos como uma comunicação bem feita", completa a gestora.

Ações do documento

Página em carregamento