Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Gestores discutem metodologia de processos seletivos e política de educação a distância
Colégio de Dirigentes

Gestores discutem metodologia de processos seletivos e política de educação a distância

11/04/2017 - Reunião do Codir foi marcada ainda por apresentação de media training e da Secitex 2017

Gestores discutem metodologia de processos seletivos e política de educação a distância

Reunião mensal promove encontro dos gestores máximos dos 21 campi e da Reitoria

Aconteceu na manhã desta segunda-feira (10), na Sala de Atos da Reitoria, mais uma reunião ordinária do Colégio de Dirigentes do IFRN (Codir). Além dos diretores-gerais, pró-reitores, diretores sistêmicos e reitor da Instituição, estiveram presentes ao encontro integrantes do grupo de comunicadores do Instituto e os professores Sérgio Trindade e Charles Freitas.

Educação à Distância

Um dos destaques da reunião foi a apresentação sobre educação a distância, realizada pelo diretor-geral do Campus EaD, Alex de Oliveira. O diretor expôs para o grupo questões relacionadas ao financiamento público dos cursos de EaD em âmbito nacional. Ele explicou que as ofertas do Campus vinham sendo financiadas principalmente pela Universidade Aberta do Brasil (UAB), desde 2007, e pela e-TEC, desde 2009. A primeira promove a educação superior à distância e a segundo o ensino técnico, ambas através do Ministério da Educação.

No caso da UAB, não há previsão de pactuação de recurso para a Instituição neste ano. Já pela e-TEC, a única opção seria a oferta no modelo Medio Tec, em que estudantes da rede pública fariam pelo IFRN apenas o técnico, na modalidade a distância. O campus ainda discute a viabilidade pedagógica dessa oferta.

Alex de Oliveira destacou a importância dos fomentos para manter e ampliar as políticas de EaD na Instituição. No entanto, frisou o objetivo de ampliar em 20% as ofertas de educação a distância nos campi, principalmente com relação aos cursos superiores. “Precisamos discutir o avanço da EaD na oferta de cursos, sábados letivos e em outras situações. Para isso, é necessário considerar a presença de núcleos de educação à distância em todos os campi”, acrescentou.

O IFRN é pioneiro na política de educação a distância no Brasil, sendo o único Instituto Federal a ter um campus voltado especificamente a esse tipo de oferta. O reitor, professor Wyllys Farkatt, fez questão de reforçar a importância do tipo de oferta educacional. “Teremos que fazer a nossa oferta institucional e lutar pela maior participação na matriz orçamentária”, defendeu.

Processo Seletivo

Os dirigentes discutiram ainda a metodologia institucional para a realização de processo seletivo para professor substituto. Hoje, cada campus realiza o seu processo, que pode formar cadastro reserva de candidatos aprovados. Uma das motivações foram os cortes orçamentários sofridos pela Instituição. “Precisamos pensar formas de otimizar o processo e os recursos”, comentou a diretora-geral do Campus Santa Cruz, Samira Delgado.

O diretor de Gestão de Pessoas do IFRN, Auridan Dantas, lembrou que a seleção já foi feita de forma sistêmica. O procedimento mudou, principalmente, em razão da maior demora no preenchimento das vagas. O pró-reitor de Ensino da Instituição, Agamenon Tavares, defendeu que, caso a seleção volte a ser centralizada, precisa-se considerar a opção do regionalismo, já que o cadastro reserva seria para atender aos campi de todas as regiões do estado. Acatando-se a sugestão do diretor-geral do Campus Parnamirim, Ismael Coutinho, foi formado um Grupo de Trabalho, que discutirá as questões relacionadas, propondo, já na próxima reunião, uma nova metodologia.

Comunicação Social

A reunião foi marcada pela apresentação de media training promovida pela Assessoria de Comunicação Social e Eventos da Reitoria, realizada pela assessora de Comunicação, Maria Clara Bezerra, pelo jornalista da Reitoria, Cleyton Fernandes, e pela programadora visual do Campus Parnamirim, Michelle Pinheiro. O objetivo é promover entre a comunidade acadêmica conhecimentos sobre o funcionamento e a importância da comunicação social para o fortalecimento da Instituição. A apresentação deverá ser realizada em todos os campi.

Secitex

A reunião contou ainda com uma apresentação sobre a III Semana de Ciência, Tecnologia e Extensão do IFRN (Secitex), que neste ano acontece no Campus Caicó. O diretor-geral, Alex Diógenes, mostrou como estão as preparações, citando já a formação dos primeiros grupos de trabalho. O Campus escolheu a Ilha de Santana para realizar o evento, pois, “com isso, o público da cidade poderia ficar mais próximo. Estamos considerando ainda reservar ônibus para trazer estudantes de escolas públicas para conhecerem a exposição dos nossos trabalhos”, completou.

Ações do documento

Página em carregamento