Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Do Técnico Integrado em Informática ao Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia
sisu 2019

Do Técnico Integrado em Informática ao Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia

05/02/2019 - Depoimentos de estudante e da sua mãe mostram relação entre formação educacional e família

Do Técnico Integrado em Informática ao Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia

Gabriel: “depois que eu concluir a graduação eu pretendo cursar um Mestrado, e, talvez, até, chegar a ser professor no IFRN”

“Sem dúvida nenhuma é um sentimento de muita alegria, e de realização também. Sabemos que, no contexto que a gente vê hoje na educação, ter um filho num espaço como esse, no espaço acadêmico, é muito importante para a formação e o futuro dele” – é dessa forma que Bruna Barroso, professora e mãe de Gabriel Barroso, ex-aluno do Campus Canguaretama do IFRN, descreve a sensação de ter seu filho aprovado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). 

Egresso do curso Técnico Integrado em Informática, Gabriel, 18, é natural de Natal/RN, reside em Goianinha/RN, e foi aprovado em quinto lugar no curso Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia da UFRN. “Eu pretendo continuar na área de Informática, principalmente na área de exatas, que eu me identifico bastante. O IFRN pode me dar um bom direcionamento com relação a isso”, comenta.

Parceria entre família e escola 

Gabriel conta que sempre sonhou em estudar no IFRN e dá créditos pelo estímulo, principalmente, aos seus pais, que sempre fizeram questão de frisar a credibilidade e dimensão do Instituto. O estudante também ressalta que a família foi muito participativa  no ambiente escolar, fator de grande importância para a sua experiência: “minha mãe também já foi do conselho escolar, foi representante de pais. Quando eu precisava de alguma ajuda, ela estava por perto”.

“A educação, na nossa família, é uma prioridade. Acompanhar a formação dele é importante para a gente, porque entendemos que a parceria entre escola e família é essencial para qualquer pessoa”, diz Bruna. Cheia de orgulho do filho recém aprovado em mais uma instituição de ensino federal, a professora é convicta de que o IFRN foi fundamental para o desenvolvimento acadêmico e pessoal de Gabriel: “por tudo o que o Instituto oferece: uma educação de excelência, a preocupação com a questão cidadã, a formação integral da pessoa, por tudo isso, sem dúvida, o IFRN tem um percentual de responsabilidade muito grande em relação à aprovação dele”, completa. 

Histórico de participação e perspectivas para o futuro

O ex-aluno é conhecido no Campus Canguaretama por seu envolvimento com as atividades extra-classe de seu curso. Assim que ingressou na Instituição, tentou, ao máximo, se envolver com tudo o que estava disponível: dos esportes, por meio do handebol, aos projetos de extensão e pesquisa, até bolsa e estágio: “foi uma experiência muito boa, que me fez evoluir muito”, reconhece. 

Com o constante apoio dos pais, que esperam seu êxito, um bom preparo para que possa fazer diferença no mundo do trabalho e ainda mais conquistas, Gabriel já tem planos em mente para seu futuro: “depois que eu concluir a graduação eu pretendo cursar um Mestrado, e, talvez, até, chegar a ser professor no IFRN”, afirma, lembrando da influência da carreira da mãe. “Eu vejo que é uma profissão bastante valorizada no Instituto, e existem condições de exercer um bom trabalho”, conclui. 

Ações do documento

Página em carregamento