Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Curso de Mineração celebra Jubileu de Ouro
Campus Natal-Central

Curso de Mineração celebra Jubileu de Ouro

20/12/2013 - Evento em comemoração aos 50 anos do curso reúne alunos, professores e ex-alunos

Curso de Mineração celebra Jubileu de Ouro

Abertura do jubileu de ouro aconteceu nesta quinta-feira (19)

Teve início na manhã de ontem (19), o Jubileu de Ouro, alusivo às comemorações do aniversário de 50 anos do curso de Mineração do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). O evento acontece até às 19h desta sexta-feira (20), no Auditório Pedro Silveira e Sá Leitão do Campus Natal Central (CNAT), reunindo alunos, ex-alunos, docentes e autoridades. Neste sábado (21), as comemorações do Jubileu se encerram no Clube da Petrobras, onde ocorrerá um baile para os participantes.

Participaram da mesa solene o reitor do IFRN, Belchior de Oliveira Rocha; o diretor-geral do Campus Natal Central, José Arnóbio de Araújo Filho; o diretor acadêmico da área de Recursos Naturais, João Batista Monteiro de Sousa; o pró-reitor de Pesquisa e Inovação, José Yvan Pereira Leite; o vereador George Câmara, ex-aluno do curso de Mineração; o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Norte, Modesto Ferreira dos Santos Filho; o gerente de Exploração da Petrobras do Rio Grande do Norte e Ceará, Guilherme Assunção Gontijo; a gerente de Educação da Vale – Regional Pará, Magda Fernandes Damasceno; e Kaio Leal Eulálio, representando João Leal Eulálio, diretor presidente da Armil Mineração do Nordeste Limitada.

O diretor-geral do CNAT deu as boas-vindas aos presentes e desejou que os três dias de evento fossem muito proveitosos. “É com muita satisfação que estamos fazendo a abertura do Jubileu dos 50 anos do curso de Mineração! Quando temos a possibilidade de abrir um evento como esse é que a gente sente a responsabilidade cada vez maior sobre um curso que já tem uma existência bastante considerável. Nós temos uma responsabilidade muito grande de fazer com que esse curso, que já tem 50 anos de vida e experiências bastante exitosas com nossos ex-alunos e alunos que estão aqui, seja cada dia melhor. Esse é o nosso compromisso!”, afirmou Arnóbio Araújo.

O professor João Batista disse que o momento era “mágico e maravilhoso, onde temos uma comunidade por todo o Brasil e até fora do nosso país, onde temos pessoas que foram importantes pela criação do nosso curso”. Ele destacou a história cinquentenária do curso de Mineração e agradeceu a presença de todos. “Esse curso abriu as portas para todas as áreas da escola. Numa empresa de Mineração, a gente emprega aluno de Eletrotécnica, Eletromecânica, Manutenção, de Construção Civil, Edificações, Meio Ambiente; isto é, Mineração foi quem abriu as portas para a antiga instituição chamada Escola Industrial de Natal, depois Escola Técnica, de onde eu fui aluno, depois CEFET e hoje IFRN. Então eu só tenho que agradecer a todos, à Reitoria, à Direção Geral, à Diretoria de Extensão, à Comunicação Social, a todos os professores aqui presentes, autoridades. E alegria maior é de ter os nossos ex-alunos. Para mim, não existe momento mais feliz do que esse. Hoje é o dia mais alegre da minha vida!”, falou o diretor acadêmico de Recursos Naturais.

Finalizando os discursos da mesa solene, o reitor Belchior de Oliveira Rocha desejou sucesso e parabenizou a promoção do Jubileu de Ouro. “A Instituição, numa demonstração de competência, vem formando nesses 50 anos técnicos de Mineração que estão não só espalhados pelo Brasil, mas também pelo mundo. Temos profissionais formandos nessa Instituição trabalhando em outros países. E isso é fruto de um trabalho incessante e competente, feito por professores, técnicos-administrativos e, sobretudo, pelos alunos. Os nossos embaixadores são os alunos, são os ex-alunos. Eles são os maiores divulgadores do nome da Instituição”, proferiu o reitor do IFRN, que encerrou dizendo: “Congregar, festejar, fazer o brilho, mostrar pras pessoas o que está acontecendo e comemorar um momento desse é simbólico pra Instituição e um momento simbólico na vida de cada um que participou e participa dessa história. Que esse resto de semana seja muito profícuo, com debates, mas também com engraçamento e alegria!”.

Na sequência, o professor Leão Xavier da Costa, munido com violão, fez uma apresentação cultural ao lado do aluno Dalton da Silva Pinheiro, com saxofone.  

A palestra de abertura ficou ao encargo do geólogo Guilherme Assunção Gontijo, que trabalha na Petrobras desde 1988. Atualmente ele é gerente de Exploração na Unidade de Operações de Exploração e Produção do Rio Grande do Norte e Ceará (UO-RNCE). Gontijo falou sobre sua experiência na empresa petrolífera, bem como o que se espera do profissional formado. Em seguida, representantes das empresas de Mineração Vale e Ferbasa participaram de mesa redonda, onde conversaram sobre o perfil do técnico de Mineração.

No final da manhã, o Jubileu entregou medalhas de Distinção Especial e Amigo do IFRN para servidores e também personalidades que colaboram com a construção diária e centenária do IFRN.

O Jubileu de Ouro continua com palestras e mesas redondas nesta sexta-feira.

Confira a programação completa

Ações do documento

Página em carregamento