Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Comissão Própria de Avaliação faz reunião na Reitoria
Avaliação Interna

Comissão Própria de Avaliação faz reunião na Reitoria

31/10/2019 - Um dos destaques do encontro foi a recomposição dos membros da Comissão

Comissão Própria de Avaliação faz reunião na Reitoria

Nosso esforço é de, cada vez mais, aproximar as CPAs locais do trabalho de Autoavaliação”

Em reunião com o reitor do IFRN, membros da Comissão Própria de Avaliação (CPA) Central trouxeram um resumo do trabalho que a Comissão vem desenvolvendo ao longo do ano de 2019. Para François Fernandes, presidente da CPA Central, o momento foi uma grande oportunidade: “pudemos destacar as principais demandas, quais os nossos maiores desafios e o que é ainda está por vir”, disse.

Entre as pautas discutidas no encontro, que aconteceu na Sala de Reuniões do Gabinete da Reitoria, a agenda de reuniões virtuais realizadas com a Comissões Locais e a Central e o processo de recomposição da CPA Central, com a chegada de novos membros que estão chegando. François ainda falou sobre a relevância dos trabalhos das comissões, ao “proporcionar à instituição o conhecimento de si mesma, perceber seus gargalos e questões pontuais, buscando adequação às reais necessidades que tenha a partir dessa avaliação. Ela deve funcionar de forma pedagógica para que a instituição cresça, aprenda e se desenvolva pela percepção interna, a percepção da sua comunidade”. Joelma Tito, da Equipe Técnico-Pedagógica do Campus Santa Cruz também integrou o grupo reunido na Reitoria.

Participação discente

Para William Anderson, aluno do curso Técnico Integrado em Mecânica do Campus Mossoró, a participação discente na Comissão Própria de Avaliação é bastante importante: “Na verdade, acredito que toda a comunidade do Instituto deve estar inserida nesse processo de Autoavaliação. Nas universidades em geral, como disse o professor Wyllys, as comissões de avaliação são formadas por discentes dos cursos superiores, porém no Instituto Federal ela também é composta por estudantes dos cursos técnicos, que representam a maior parte da oferta de cursos do IFRN. A participação discente na CPA, assim, reforça o papel do aluno e mostra que a comissão está abrangendo toda a comunidade”. Já Alex Bruno, da Licenciatura em Matemática do Campus Santa Cruz, que participou de sua primeira reunião, ressaltou que o acompanhamento das ações da CPA é necessário para a construção do cotidiano acadêmico: “Fazer parte da comissão, no momento em que a gente vive, é ter um espaço para que os alunos possam dar suas opiniões a respeito de como está o andamento do Campus do IFRN em que ele estuda e, assim, ajudar a fazer com que o instituto como um todo venha a crescer cada vez mais”.

Atividades 2019

Já o professor Rodrigo Cavalcante, do Campus Macau do IFRN, resumiu os atuais trabalhos da CPA na preparação para avaliação 2019: “junto com esse processo de recomposição, estamos trabalhando no relatório de avaliação deste ano. Definindo um calendário para sua aplicação, como ele vai ser aplicado, como é que ele vai se segmentar dentro dos campos docente, discente e técnico-administrativo, entre outros” Para Rodrigo, a recomposição dos membros da Comissão é extremamente importante para que esse trabalho possa acontecer com a maior qualidade possível: “passamos um bom tempo trabalhando com o número bem reduzido que impediu o bom andamento de muitas ações. Agora, com a recomposição, estando com uma quantidade de membros maior, o processo vai acontecer de uma maneira mais fluída. E aqui quero destacar o papel das comissões locais. É importante deixar claro que o trabalho delas é extremamente importante, por estarem na ponta, estarem onde o Instituto se faz diariamente”. Rodrigo ainda falou sobre a função da CPA Central no trabalho de avaliação “as comissões locais não são simplesmente repetidoras do trabalho da Central; de fato o grande trabalho deve ser feito por elas e organizado e sistematizado pela Comissão Central. Nosso esforço ao longo desse ano e ao longo dos próximos anos de mandato é de cada vez mais aproximar as CPAs locais do trabalho de Autoavaliação”.

Comissão Própria de Avaliação

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) é um órgão colegiado de natureza consultiva, deliberativa e normativa, no âmbito dos aspectos avaliativos acadêmicos e administrativos, integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) e atende ao Plano de Desenvolvimento Institucional do IFRN quanto aos níveis e modalidades de ensino. Com atuação autônoma no âmbito de sua competência legal, em relação aos Conselhos e demais órgãos colegiados existentes nesta Instituição, a CPA promove a Avaliação Institucional, sendo composta por uma comissão central, a quem compete a coordenação geral das atividades e por comissões locais em cada Campus do IFRN.

I. Comissão local por Campus:

a) 2 (dois) representantes dos docentes efetivos e 2 (dois) suplentes

b) 1 (um) representante dos técnicos-administrativos e 1 (um) suplente

c) 1 (um) representante da Equipe Técnico Pedagógica e 1 (um) suplente

d) 1 (um) representante dos discentes da Educação Superior e 1 (um) suplente

e) 1 (um) representante dos discentes da Educação Profissional Técnica de nível Médio e 1 (um) suplente

f) 2 (dois) representantes da sociedade civil organizada e 2 (dois) suplentes, indicados pelo Conselho Escolar do Campus

II. Comissão Central:

a) 2 (dois) representantes dos docentes efetivos e 2 (dois) suplentes

b) 1 (um) representante dos técnicos-administrativo e 1 (um) suplente

c) 1 (um) representante da Equipe Técnico Pedagógica e 1 (um) suplente

d) 1 (um) representante dos discentes da Educação Superior e 1 (um) suplente

e) 1 (um) representante dos discentes da Educação Profissional Técnica de nível Médio e 1 (um) suplente

f) 2 (dois) representantes da sociedade civil organizada e 2 (dois) suplentes, indicados pelo Conselho Superior (CONSUP)

Ações do documento

Página em carregamento