Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Comissão de Servidores elabora proposta para política da Editora IFRN
Pesquisa e Inovação

Comissão de Servidores elabora proposta para política da Editora IFRN

03/03/2017 - Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação e servidores multicampi compõem a comissão

Comissão de Servidores elabora proposta para política da Editora IFRN

Comissão do IFRN elabora política editorial

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação iniciou nesta sexta (3), os trabalhos com a comissão responsável pela elaboração da proposta da política editorial de publicação de livros pela Editora do IFRN. O trabalho será organizado em quatro etapas: 

1ª) Elaboração das diretrizes da política editorial e analisar os documentos que subsidiarão a proposta; 

2ª) Discussão sobre o termo de cessão de direitos autorais, fluxo editorial padronizado e comercialização de obras; 

3ª) Reestruturação do Conselho editorial, hoje composto por seis membros, bem como sobre o funcionamento, as atribuições e a elaboração do regimento interno; e 

4ª) Elaboração e entrega do documento final. 

Mediada e articulada por Darlyne Fontes, coordenadora da editora, a elaboração da proposta tem como membros da  comissão, a participação dos servidores Márcio Azevedo, Rodrigo Siqueira Martins, Paulo Pereira da Silva, Charles Bamam Medeiros de Souza, Nadir Arruda Skeete (representantes da PROPI), Geraldo Freire de Lima (representante do comitê de pesquisa e inovação), além de membros e representantes da comunidade acadêmica, como  Avelino Aldo de Lima Neto (Campus Canguaretama), Maria Luíza de Medeiros Galvão (Campus Natal Central), Plácido Antônio de Souza Neto (Campus Natal Central), Pablo Moreno Paiva Capistrano (Campus Natal Zona Norte) e Anyelle da Silva Palhares (Campus João Câmara).

O encontro inicial dos membros da comissão foi marcado pela apresentação dos membros da comissão, definição do calendário de reuniões, exposição sobre as etapas de trabalhos e os seus respectivos responsáveis, apresentação de diagnóstico sobre a editora do IFRN e a discussão sobre os principais pontos para o trabalho a ser desenvolvido na primeira etapa.

Para o Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação do IFRN, professor Márcio Azevedo, esse é um importante passo, pois, "além de estabelecer as diretrizes da política editorial, o trabalho vai fortalecer e qualificar ainda mais o trabalho da editora, dando mais visibilidade e contribuindo para a elevação do seu conceito. Embora o foco agora seja a editora, nosso planejamento ainda contempla ações voltadas a fortalecer e consolidar as diretrizes para as revistas e/ou periódicos, para os eventos científicos e tecnológicos e para a implantação do Conselho de Ética Científica, como parte do trabalho voltado à pesquisa, à pós-graduação strictu sensu e às publicações acadêmico-científicas e tecnológicas”, declarou.

A Editora

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte iniciou suas atividades editoriais em 1985. Nesse período, essas atividades limitavam-se a publicações de revistas científicas (inicialmente, a revista ETFRN que, em 1999, tornou-se a revista Holos). Em 2005 foi criada, pela antiga Diretoria de Pesquisa, atual Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (PROPI), a Editora do Instituto Federal do Rio Grande do Norte.

A Editora nasceu do anseio dos pesquisadores da Instituição que necessitavam de um espaço mais amplo para divulgar suas pesquisas. Com financiamento próprio ou captado junto a projetos apresentados pelos núcleos de pesquisa, seu objetivo é publicar livros – em formato impresso ou e-book – das mais diversas áreas de atuação institucional, bem como títulos de outras instituições de comprovada relevância para o desenvolvimento da ciência e da cultura universal, buscando, sempre, consolidar uma política editorial cuja prioridade é a qualidade.

Desde sua criação em 2005, a editora já publicou 350 obras, além das produções acadêmicas, técnicas e científicas, teses e dissertações, anais de eventos, legislação e resoluções emitidas pela Instituição disponíveis no Repositório Institucional, o Memoria.

Dessa forma, a Editora do IFRN integra o conjunto de ações da PROPI para difusão da produção técnico-científica institucional, juntamente com outras iniciativas, como a realização de eventos técnico-científicos e a publicação de periódicos especializados.

Ações do documento

Página em carregamento