Você está aqui: Página Inicial / Campi / Reitoria / Notícias / Sessão solene da Câmara homenageia 50 anos do prédio de Campus do IFRN
Natal Central

Sessão solene da Câmara homenageia 50 anos do prédio de Campus do IFRN

09/03/2017 - Com propositura do vereador Ranieri Barbosa, Cnat recebeu placa alusiva

Sessão solene da Câmara homenageia 50 anos do prédio de Campus do IFRN

Em plenário, autoridades políticas celebraram o cinquentenário do prédio do Cnat

Em uma sessão solene realizada na noite desta quinta (9), a Câmara Municipal de Natal recebeu gestores, professores, técnicos-administrativos, alunos e ex-alunos do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) para homenagear os 50 anos do prédio do Campus Natal-Central (Cnat). A homenagem foi proposta pelo presidente da Casa, o vereador Raniere Barbosa.

A sessão contou com a presença de jornalistas, representantes da sociedade civil e autoridades políticas, como a secretária municipal de Educação, professora Justina Iva, que representava o prefeito da capital. Além disso, contou com a exibição de um minidocumentário sobre a evolução histórica da então Escola Industrial de Natal que, em 1967, instalava-se na Avenida Senador Salgado Filho, no bairro do Tirol.

Em seu discurso, o vereador Raniere Barbosa falou de sua relação afetiva com o Instituto, em particular o prédio do Campus Central, que disse frequentar desde a infância. Destacando a importância e os avanços da educação oferecida pelo IFRN, Ranieri, após breve fala, concedeu a palavra ao vice-reitor do Instituto, o professor Marcos Oliveira.

O professor Marcos, representando o reitor do Instituto, o também professor Wyllys Farkatt Tabosa, em viagem de trabalho, agradeceu a propositura da homenagem prestada pelo legislativo natalense. Em seguida, fez breve relato da inserção do IFRN na cultura, economia e na educação potiguar, com destaque à expansão, que deu ao Campus Central outros 20 irmãos, número das demais unidades da Instituição espalhadas pelo Rio Grande do Norte. Fechando a primeira parte da cerimônia, o diretor geral do Campus, o professor José Arnóbio de Araújo Filho, subiu à tribuna da Câmara. Ali, falou sobre a relação pessoal de amor e dedicação ao Instituto, de suas lutas por melhorias e avanços. fFz ainda uma especial menção ao legado que a existência do IFRN tem deixado à sociedade potiguar, enaltecendo o diferencial que o modo de educar do Instituto traz aos seus estudantes desde o ensino técnico integrado ao médio até o mestrado. Presente à mesa de honra, o vereador Sueldo Medeiros fez pequena intervenção, elogiando a Instituição, da qual foi aluno.

A placa em que o Parlamento Municipal destaca os relevantes serviços na área de educação prestados pelo Cnat foi entregue, diante do plenário da Casa, ao diretor geral José Arnóbio, que a recebeu na companhia do vice-reitor, Marcos Oliveira. Para oficializar a concessão da homenagem, o vereador Ranieri Barbosa convidou à frente da mesa de honra o professor Hugo Manso, ex-vereador da capital, e a professora Justina Iva, que é ex-aluna da Instituição: “é inegável a importância da instituição para Natal e para a educação. Ali fui aluna por apenas uma semana, pois atividades políticas me afastaram do curso de turismo”, disse a secretária.

50 anos do Campus Natal-Central

O IFRN comemora em 11 de março a inauguração do prédio em que funciona o Campus Natal-Central (Cnat) desde 1967. Para 2017, quando celebra seu cinquentenário, o Campus programa uma série de eventos abertos à comunidade potiguar. “Essa homenagem é apenas o começo. Faremos uma intensa programação, envolvendo os natalenses e todos potiguares em atividades nos fins de semana. É uma maneira de o Natal-Central agradecer a todos por tantos anos de história”, disse Arnóbio, diretor geral do Cnat. Marco na história de Natal, quando se instalou no prédio da Avenida Salgado Filho, a instituição atendia pelo nome de Escola Industrial de Natal, depois, em 1968, passou à Escola Técnica Federal do Rio Grande do Norte (ETFRN). Em 1999, é rebatizado como Centro Federal de Educação Profissional e Tecnológica (CEFET-RN). Somente em 2008, torna-se o atual Instituto Federal do Rio Grande do Norte.

Ações do documento

Página em carregamento