Você está aqui: Página Inicial / Campi / Campus Natal - Cidade Alta / Notícias / Alunos do projeto Sala dos Escritores publicam contos em antologia
reconhecimento

Alunos do projeto Sala dos Escritores publicam contos em antologia

11/04/2019 - Três editoras nacionais publicaram os contos no segundo semestre de 2018

Alunos do projeto Sala dos Escritores publicam contos em antologia

O Sala dos Escritores é um projeto do Campus Natal-Cidade Alta, no qual os alunos participantes desenvolvem e analisam narrativas ficcionais.

A novidade é que o professor Arthur Cavalcante, que coordena o projeto, e os alunos Airon Ian e Guilherme Macêdo, publicaram contos em antologia em três editoras em 2018. As publicações são: Arrependa-se, da Constelação Editorial; Ano: UM, da editora Lendari e Fábulas Selvagens, da editora Skull.

O aluno Airon, do quarto ano de Multimídia, conta que participa do projeto a um ano. Nesse período, ele  conseguiu observar o desenvolvimento da sua escrita. O Airon é autor do conto “O Lobo e os Cães” do livro Fábulas Selvagens, que foi lançado em outubro de 2018, sendo a sua primeira produção publicada.

No Sala dos Escritores, cada participante possui duas propostas, uma de longo prazo e a de curto prazo. A primeira, é uma atividade mais extensa, como escrever um romance. Na proposta de curto prazo, como é o caso dos contos, os participantes do projeto procuram editais em aberto das editoras e cada aluno escolhe o edital que deseja participar. Quando os participantes finalizam os contos, eles se reúnem para avaliar o roteiro, apontar problemas de composição, estrutura e personagens, para posteriormente, enviar à editora.

O Sala dos Escritores vai além do formato “roteiro de cinema”, pois promove a criação para diversos meios de comunicação, depende da identificação de cada participante.

“O projeto me fez crescer como escritor” contou o Airon. Ao explicar a importância do projeto na sua trajetória acadêmica, o aluno explicou que no Sala dos Escritores são diversas visões diferentes para um só objeto: A escrita. “Cada participante aborda uma temática e compartilha o seu conhecimento de mundo, o que torna as atividades dinâmicas e produtivas” completou Airon.

Ações do documento

Página em carregamento