Você está aqui: Página Inicial / Campi / Natal - Central / Notícias / Abertura do “V Colóquio Nacional e II Colóquio Internacional” ocorre no CNAT
Educação Profissional

Abertura do “V Colóquio Nacional e II Colóquio Internacional” ocorre no CNAT

04/09/2019 - Evento reúne palestrantes de Portugal, Espanha e de várias cidades do Brasil

Abertura do “V Colóquio Nacional e II Colóquio Internacional” ocorre no CNAT

Apresentação da Orquestra Popular do IFRN/CNAT. Foto: Edielson Teixeira

Na manhã desta quarta-feira, 04/09, o Campus Natal-Central sediou a abertura do “V Colóquio Nacional e II Colóquio Internacional”. O evento, que é promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional (PPGEP) do IFRN, tem o seguinte tema, em 2019: “Regressão social e resistência da classe trabalhadora”, “Políticas e Práxis em Educação Profissional.

A abertura do colóquio aconteceu com a apresentação da Orquestra Popular do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN/CNAT). Os artistas tocaram para o público músicas diversas, entre as quais a composição de Pedrinho Mendes, “Linda Baby” e um pout pourri de músicas da banda Roupa Nova, entre outras canções. A orquestra, que é composta por alunos dos campi Natal-Central, Parnamirim, Ceará Mirim, além de voluntários, tem a regência do músico Amós Andrade e é coordenada pelo professor de música do CNAT, Me. Valdier Ribeiro.

Após a parte cultural, o evento teve seguimento com a composição da mesa, da qual fizeram parte o reitor, wyllys Abel Farkatt Tabosa, o diretor do Campus Natal-Central, Arnóbio de Araújo Filho, o coordenador de Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional, Dante Henrique Moura, além dos pró-reitores de Ensino, Pesquisa e Extensão, respectivamente, Ticiana da Silveira Cunha, Márcio Adriano de Azevedo e Régia Lúcia Lopes.

Na ocasião, o coordenador do PPGEP, Dante Moura, enfatizou a relação intrínseca entre o programa e a realização do colóquio, fazendo um retrospecto da história de ambos e das conquistas importantes alcançadas no decorrer dos anos: “O colóquio se confunde com a estória do PPGEP. O evento de 2011 foi para discutirmos o projeto que estávamos elaborando. No segundo colóquio, em agosto de 2013 (o projeto foi aprovado em dezembro de 2012). Em agosto de 2015, aconteceram as primeiras defesas dos mestrandos. Em 2017, no IV colóquio, foi o processo de avaliação da CAPES, no qual obtivemos nota IV, o que nos credenciou ao projeto do doutorado. O V colóquio agora marca a primeira turma do doutorado. Nesse contexto, temos o prazer de fazer essa abertura, através dessa relação intrínseca entre o programa e o colóquio. Sejam muito bem-vindos, vai ser uma semana intensa de atividades”.

Em sua fala, o professor dr.Dante Henrique Moura também enfatizou a importância da formação integral da pessoa: “Queria agradecer a participação especial da orquestra, o que só reforça a necessidade da formação integral do sujeito, com arte, cultura e educação humana, como dimensões igualmente importantes. Precisamos socializar, difundir e compartilhar a Educação Profissional como parte e como direito da classe trabalhadora desse país”.

Na continuidade do evento, o diretor do Campus Natal-Central saudou o público e lembrou a importância da valorização da cultura assim como a necessidade de incentivo a atividades de diálogo: “Bom dia a todos e a todas. Bem-vindo a Natal. Uma das músicas tocadas há pouco pela nossa orquestra foi a música “Linda Baby”, do compositor Pedrinho Mendes, e já virou patrimônio da cidade. Queria dizer também que se nós tivéssemos mais ações como essa, teríamos mais consciência política, numa relação mais direta com a sociedade”.

Relação essa que, segundo o reitor Wyllys Tabosa, deve acontecer com alegria e capacidade de diálogo, apesar das dificuldades: “Muito bom dia. Quero saudar o nosso diretor que sempre nos acolhe com muito cuidado e carinho, falo isso porque também sou professor desse Campus. Saudar todos os presentes e dizer que, apesar do governo, temos que nos alegrar com momentos como esse, de diálogo. Em nome de todos os palestrantes que estão aqui no colóquio, é um momento de resistência e diálogo”.

O colóquio, que ocorrerá de 4 a 6 de setembro, vai ter debates com temas como: “Regressão social e resistência da classe trabalhadora”, “Políticas e Práxis em Educação Profissional”, “Formação docente e Práticas Pedagógicas em Educação Profissional”, “História, Historiografia e Memórias da Educação Profissional”, “Formação Docente para Educação Profissional”, entre outros.

De acordo com o coordenador do PPGEP, se inscreveram para o colóquio 588 participantes, com cerca de 400 trabalhos, dos quais 200 foram aprovados, entre comunicações e pôsteres. Os trabalhos têm relação com as três linhas de pesquisa do Programa de Pós-graduação em Educação Profissional. Confira aqui a programação completa e os horários das mesas temáticas.

Mais informações pelo telefone 4005.9936 ou na página do colóquio.

 

Ações do documento

Página em carregamento