Você está aqui: Página Inicial / Campi / Natal - Central / Cursos / Cursos de Graduação / Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Curso Superior em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Reitor: Wyllys Abel Farkatt Tabosa
Pró-Reitor de Ensino: Agamenon Henrique de Carvalho Tavares
Diretor-Geral do Campus Natal Central: José Arnóbio de Araújo Filho
Diretora de Ensino: Tania Costa
Diretor Acadêmico: Allyson Amilcar Angelus Freire Soares
Coordenador do Curso: Placido Antonio de Souza Neto

Carga horária
Duração do Curso
Eixo Tecnológico
Ato de autorização
2.594 horas
3 anos
Informação e Comunicação
Resolução nº 17/2012-CONSUP/IFRN, de 01/03/2012

Quadro de professores:

Nome do Professor
Participação
NDE
Titulação Máxima
Regime de
Trabalho
Vínculo
Empregatício
Alessandro José de Souza
Sim Mestrado RJU DE
Alexandre Gomes de Lima
Sim Mestrado RJU DE
Ari Barreto de Oliveira
Não Especialização CT 40 horas
Cláudia Maria Fernandes Araújo Ribeiro
Sim Doutorado RJU DE
Danielle Gomes de Freitas Medeiros
Sim Mestrado
RJU DE
Eduardo Bráulio Wanderley Netto
Sim Doutorado RJU DE
Fabiano Papaiz
Sim Mestrado RJU DE
Fellipe Araújo Aleixo
Sim Mestrado RJU  DE
 George Azevedo da Silva
 Sim  Doutorado  RJU  DE
 Gilbert Azevedo da Silva
 Sim  Doutorado  RJU  DE
 Jorgiano Márcio Bruno Vidal
Sim
 Doutorado  RJU DE
 José Antônio da Cunha
 Sim  Mestrado  RJU  DE
 Leonardo Ataíde Minora
 Sim  Mestrado  RJU  DE
 Leonardo Reis Lucena
 Sim  Mestrado  RJU  DE
 Marília Aranha Freire
 Sim  Doutorado  RJU  DE
 Plácido Antônio de Souza Neto
 Sim  Doutorado  RJU  DE
 Reginaldo Araújo Falcão
 Sim  Mestrado  RJU  DE
 Robinson Luis de Souza Alves
 Sim  Doutorado RJU  DE
 Taina Jesus Medeiros
 Não  Mestrado  CT  40 horas

Perfil profissional:

A formação do tecnólogo em Automação Industrial propicia ao profissional as condições para produzir e aplicar os conhecimentos científicos e tecnológicos voltados para codificar, documentar, testar e implantar sistemas de informação; compreender e especificar os requisitos e as funcionalidades de um sistema; conceber e organizar sistemas em partes relacionadas; definir o modelo orientado a objetos que será implementado para responder aos requisitos do sistema, aplicando padrões de projeto; definir o modelo de dados que será implementado para responder aos requisitos do sistema; aplicar conceitos de engenharia de usabilidade no desenvolvimento de sistemas de software; utilizar processos de software, adequando-os, quando necessário, a situações específicas; e, administrar bancos de dados, sistemas operacionais e servidores de aplicação.

Mercado de Trabalho:

No âmbito do estado de Rio Grande do Norte, a oferta do Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, na modalidade presencial, se faz necessária, considerando o fato que estamos em um acelerado processo de desenvolvimento de uma sociedade, denominada sociedade da informação, onde passamos a usar e depender cada vez mais de serviços oferecidos por uma variedade de sistemas informatizados. Atualmente, diferentes atividades da vida cotidiana e do dia-a-dia de organizações privadas e públicas são amplamente apoiadas e mediadas por tais sistemas. Este fato justifica a importância do desenvolvimento de cursos na área de tecnologia da informação. É cada vez mais necessário manter a atualização destes sistemas garantindo sua utilidade e promovendo seu aperfeiçoamento, tornando-os ferramentas mais úteis e adaptadas aos trabalhos cotidianos qualquer que seja a organização.

 Prática Profissional:

A prática profissional terá carga horária mínima de 400 horas, objetivando a integração entre teoria e prática, com base na interdisciplinaridade, e resultando em documentos específicos de registro de cada atividade pelo estudante, sob o acompanhamento e supervisão de um orientador.
Compreende desenvolvimento de projetos integradores/técnicos, de extensão e/ou de pesquisa (375 horas) e 25 horas para outras formas de atividades acadêmico-científico-culturais. Ainda, como prática profissional não obrigatória, é permitido o estágio curricular supervisionado.

Formas de ingresso:

O acesso ao curso superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas é feito através de:

  • Processo seletivo via SISU, aberto ao público para o primeiro período do curso, atendendo as exigências do Decreto no 7.824/2012 e Portaria Normativa no 18/2012; ou
  • Transferência ou reingresso, para período compatível, posterior ao primeiro.

Na existência de vagas remanescentes a partir do segundo período, são previstas as seguintes possibilidades de acesso:

  • Transferência facultativa, para semestre compatível, destinada a alunos provenientes de Instituição pública de educação;
  • Reingresso, para semestre compatível, para alunos que concluíram curso superior de tecnologia na área de informática, ou afim, em cursos devidamente reconhecidos pelo MEC, observados os requisitos curriculares.


Plano de Curso:

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas - Projeto Pedagógico - Resolução nº 17/2012-CONSUP, de 01/03/2012

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas - Projeto anterior do curso: Resolução 05/2006-CD CEFET-RN

 

 Secretaria Acadêmica: (084) 4005 9980

Site da Diretoria Acadêmica: http://diatinf.ifrn.edu.br/doku.php

Ações do documento

Página em carregamento