Você está aqui: Página Inicial / Campi / Mossoró / Notícias / Alunos do Campus fazem Aula de Campo, em Natal, sobre Empreendedorismo
Aula de Campo - Empreendedorismo

Alunos do Campus fazem Aula de Campo, em Natal, sobre Empreendedorismo

01/12/2014 - O objetivo da aula é oportunizar aos alunos mais conhecimento ao analisarem de perto diversos lugares que retratam temáticas sobre empreendedorismo abordadas em sala de aula.

Alunos do Campus fazem Aula de Campo, em Natal, sobre Empreendedorismo

Alunos dos cursos de Mecânica, Informática e Gestão Ambiental, do Campus Mossoró, fazem aula de campo em Natal, orientados pelo professor Paulo Sidney, Coordenador da Incubadora do Campus Mossoró. A temática escolhida para a realização da aula foi o empreendedorismo.

O objetivo da aula é oportunizar aos alunos mais conhecimento ao analisarem de perto diversos lugares que retratam temáticas sobre empreendedorismo abordadas em sala de aula.  

Assim sendo, o grupo de estudantes teve a oportunidade de visitar a Feira do Empreendedorismo Potiguar 2014, promovida pelo SEBRAE, em Natal. Isso mesmo, “foi um mega evento com uma vasta e diversificada programação. Na Feira, nossos alunos puderam conhecer experiências nos vários setores da economia, participar de minicursos, palestras orientações sobre negócios e debates altamente instigadores sobre o mundo do empreendedorismo”, frisa o Coordenador da Incubadora do Campus.

No total, foram realizadas 21 mil visitas à Feira do empreendedor Potiguar 2014, em quatro dias de evento. Atualmente, o tema empreendedorismo é muito discutido, pois “no Brasil, de cada quatro brasileiros três gostariam de abrir seu próprio negócio. O que falta a eles é capacitação e o assessoramento necessário para minimizar os riscos inerentes a qualquer negócio”, explica Paulo Sidney.

Ainda de acordo com o Professor, a viagem de estudos possibilitou também aos alunos conhecer as experiências de incubação dos dois principais Núcleos Acadêmicos de Incubação de Empresas: À Incubadora Tecnológica do campus Natal Central (com mais de 10 empresas incubadas) e a Incubadora Inova Metrópole (UFRN).

Paulo Sidney também informou que os alunos assistiram a uma explanação sobre os objetivos, funcionamento e os resultados obtidos por esses dois núcleos, e que eles tiveram contato com algumas empresas incubadas.

“Para mim, ficou muito claro que as incubadoras cumprem um papel decisivo para interligar os projetos de pesquisa e extensão, os trabalhos de conclusão de cursos que são desenvolvidos nesses centros com a possibilidade de tais ideias se converterem em oportunidades de negócio. Pois, a incubadora propricia o suporte necessário para que os estudantes realizem análises técnica, econômico e financeira de suas ideias vis à vis às exigências do mercado e do mundo do trabalho”, orienta, Paulo Sidney.

As incubadoras fornecem esse tipo de suporte e assessoramento. Elas podem ser decisivas para que os estudantes tenham condições de acessar ao mundo do trabalho de forma competitiva e qualificada. E, para finalizar, os alunos do curso de Gestão ambiental ainda fizeram uma visita técnica ao Parque das dunas.

 

Ações do documento

Página em carregamento