Você está aqui: Página Inicial / Campi / Mossoró / Especiais / Trajetórias de Sucesso

Trajetórias de Sucesso

Em nossa primeira entrevista, deste especial, contaremos a história de sucesso do jovem Kawe Vieira das Mercês, aluno do Curso de Informática do Câmpus Mossoró.


Simpático e comunicativo. É como pode ser definido este jovem de apenas 17 anos. Kawe Vieira das Mercês é aluno do curso de Informática, e bolsista do Núcleo de Pesquisa e Ensino de Línguas - NUPEL, do IFRN Campus Mossoró, já tem em seu currículo uma trajetória de sucesso, pois conquistou uma bolsa de estudos no exterior.

Ao ser convidado pela Coordenadoria de Comunicação Social e Eventos - COCSEV/MO, a nos contar sua história, Kawe atendeu prontamente e, indagado se preferia que o registro desse “bate papo” fosse feito em áudio ou vídeo, sem nenhuma inibição, escolheu ser filmado! Segundo ele, quando ingressou no IFRN, optou pelo curso de Informática por ter afinidade com tecnologia, além de ser esta uma área muito abrangente.

Trajetórias de Sucesso Kawe

Logo foi selecionado para ser monitor de língua inglesa no NUPEL, algo que já poderia se esperar desse estudante que tem uma estreita relação com essa língua e, em suas horas vagas gosta de falar, através da internet, com pessoas de outros países, prática a partir da qual conseguiu fazer amizade com pessoas de outras nacionalidades. Assim, conquistou a bolsa de estudos do programa “Global Citizens of Tomorrow”Cidadãos Globais de Amanhã (em tradução livre), uma parceria doAFS Intercultural Programs e da British Petroleum (BP), que ofertou oito bolsas de estudos para um ano letivo nos Estados Unidos. Após participar de um processo seletivo e concorrer com mais de 1.400 candidatos espalhados pelos quatro cantos do país, obteve êxito e foi um dos oito contemplados para esse intercâmbio.

COCSEV/MO – Como você conheceu o programa de bolsas de estudo?

Kawe – Bom, o programa é vinculado à empresa de intercâmbio AFS. Vi o anuncio através do site e, como atendia aos pré – requisitos, sentia vontade e tinha capacidade, aí fiz minha inscrição no programa.

 COCSEV/MO – Como foi o processo seletivo?

Kawe – O processo seletivo se deu em três etapas: a primeira foi pela internet numa prova on line; depois, a gente se submeteu a uma entrevista por telefone ou skype e, por último, a uma prova de proficiência em língua inglesa. Eram 1400 candidatos e apenas 8 foram selecionados. E foi basicamente isso. (Responde com um sorriso!)

COCSEV/MO – Qual é a sua expectativa com relação à oportunidade de estudar no exterior, e o que você acha que isso vai agregar à sua formação?

Kawe – Das melhores! Espero cursar o último ano do ensino médio por lá, e conhecer o processo seletivo das universidades americanas, e também ter convívio e estabelecer relações, não só de amizade, mas familiares mesmo lá nos Estados Unidos, para que eu possa futuramente voltar e ter uma carreira profissional de sucesso por lá. Irá agregar à minha formação primeiramente, no que se refere à língua inglesa. Vai me ajudar muito, pois eu vou conseguir uma certa fluência e falar bem melhor, e também a independência, lidar com as diferenças, desenvolver o espírito de liderança etc.

COCSEV/MO – Como é a sua relação com a língua inglesa?

Kawe – Sempre estudei inglês. Desde os sete anos de idade, sempre gostei de me expor à língua, conversar com pessoas de outros países... E acho que por isso consigo falar “razoavelmente bem”.

COCSEV/MO – Que carreira profissional você pretende seguir? Quais são seus projetos de formação educacional?

Kawe – Bom, eu pretendo seguir na área de Engenharia Mecânica e atuar também na pesquisa, fazer um mestrado, doutorado e ainda trabalhar em alguma empresa multinacional ou então empreender meu próprio negócio, também seria interessante!

COCSEV/MO – Após o termino da bolsa, pretende prosseguir os estudos no exterior?

Kawe – Eu pretendo me graduar por lá em Engenharia Mecânica, ou então mesmo no Brasil, mas com certeza tenho o intuito de voltar lá pra estudar ou até mesmo trabalhar!

COCSEV/MO – Como você é no dia-dia? O que gosta de fazer nas horas vagas?

Kawe – Eu gosto muito de música, gosto de passar o tempo com meus amigos, de sair com eles, gosto de falar com pessoas de outros países pela internet, ou até mesmo pessoalmente. Gosto de estar bem informado, acho que por isso ganhei essa bolsa, pois me considero alguém muito bem informado, de ler revistas, jornais...

COCSEV/MO – O que você diria para as pessoas que querem seguir seus passos e estudar no exterior?

Kawe – Eu diria que fiquem muito informados, que estudem não só a língua inglesa como também as outras matérias, pois foram de fundamental importância para eu ganhar essa bolsa, e continuem estudando sempre!

Essa é apenas o começo da trajetória de sucesso desse jovem promissor, que sempre lutou por seus objetivos com muita garra e determinação. Seu embarque está previsto para agosto próximo. Desejamos que essa oportunidade seja o mais proveitosa possível e muita sorte e sucesso nessa empreitada
.

Ações do documento

Página em carregamento