Você está aqui: Página Inicial / Campi / Macau / Institucional / Histórico

Histórico

O Campus Macau do IFRN integra a II Fase do Plano de Expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, iniciada em 2007.

Instalado num terreno de 290.770 m², desapropriado pela prefeitura, o Campus Macau situa-se na cidade-pólo da microrregião salineira, distando 176 km da capital, concentrando ao seu redor os municípios de Guamaré, Porto do Mangue, Galinhos, Alto do Rodrigues, Pendências e Afonso Bezerra.

A construção do campus contou com a parceria da Prefeitura Municipal de Macau, por meio da doação do terreno e contribuição financeira para as obras do Laboratório de Recursos Pesqueiros, e da Petrobras, que arcou com recursos para a compra de equipamentos do Laboratório de Análise de Água.

O município de Macau é um dos maiores produtores de sal do Brasil e o primeiro produtor de petróleo do Estado em exploração marítima, além de ser o segundo maior produtor de pescado do Rio Grande do Norte.

O Campus Macau conta com os cursos Técnico em Recursos Pesqueiros , Técnico em Química, Graduação Licenciatura em Biologia e Especialização em Educação Ambiental e PROEJA.

Todos os cursos foram planejados para atender às necessidades da região.

Atualmente 735 alunos estudam no Campus e são abertas semestralmente novas vagas para as modalidades Técnico Integrado, Técnico Subseqüente ou Licenciatura.

São cerca de 80 servidores que trabalham no campus, entre docentes e técnico-administrativos.

Sempre envolvidos com a comunidade no entorno do Campus, o IFRN/Macau desenvolve vários projetos como, por exemplo, o Encontro de Pescadores e Pescadoras da Microrregião Salineira, que conta com exposições e oficinas como a de "Segurança de pescadores", ministrada por representantes da Marinha do Brasil.

O Instituto Federal tem múltiplas funções, além do educacional. Muitos desses jovens que estão aqui não teriam opções de se especializarem nem perspectivas de conhecimentos avançados se não fossem os Institutos.

Ações do documento

Página em carregamento