Você está aqui: Página Inicial / Campi / João Câmara / Notícias / IFRN oferece primeiro doutorado em Educação Profissional da Rede Federal
PIONEIRISMO

IFRN oferece primeiro doutorado em Educação Profissional da Rede Federal

11/12/2018 - Instituto será o primeiro do Brasil a ter doutorado acadêmico.

IFRN oferece primeiro doutorado em Educação Profissional da Rede Federal

A previsão é que a abertura da seleção aconteça em dezembro ou janeiro, com processo seletivo até abril de 2019

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), divulgou, na última quinta-feira (6), a autorização de funcionamento do curso de Doutorado Acadêmico do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional (PPGEP) do Campus Natal-Central do IFRN. Além de ser o primeiro curso de doutorado do IFRN, a instituição é a primeira da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica do país a oferecer doutorado em Educação. A conquista, que marca uma nova etapa no que se refere à pós-graduação da Instituição, começou a ser construída ainda na fase de implementação do mestrado.

O coordenador do PPGEP, professor José Mateus do Nascimento, celebra o privilégio de estar fazendo parte dessa história de pioneirismo. “É uma conquista, e a gente fica muito feliz porque começa pelo IFRN que, para o Brasil, sempre esteve na vanguarda de muita coisa”, afirmou. O professor ressaltou que em meados dos anos 90, o Instituto esteve a frente nos cursos de Licenciaturas, ainda na época do Cefet [Centro Federal de Educação Tecnológica]. “Nosso programa político pedagógico, por exemplo, que discute a formação humana em sua dimensão integral, por sua coerência teórica e curricular, termina sendo referência para os demais IFs”, diz.

Já o reitor do IFRN, Wyllys Abel Farkatt Tabosa, destacou o marco histórico da aprovação: “a instituição recebe com imensa alegria e satisfação a notícia da aprovação do primeiro Doutorado do IFRN, bem como do primeiro Doutorado em Educação Profissional na Rede Federal do Brasil. Isso representa mais um marco histórico para a nossa instituição. Estão de parabéns os professores pesquisadores, gestores, técnicos e egressos do Programa que, com determinação e engajamento, se imbuíram da responsabilidade de aprovar mais essa oferta curricular, tornando possível a completude do ciclo de verticalização acadêmica em nossa cultura institucional”, disse.

 

Avaliação

O corpo docente da PPGEP, entre os meses de fevereiro a junho de 2018, construiu o projeto de implementação do Programa de Doutorado. Em junho, o projeto foi submetido à avaliação. “De forma inédita, o resultado não saiu, e então veio um pedido de diligência. Solicitaram uma visita in loco, a ser realizada com o intuito de avaliar a Instituição, professores e alunos”, contou, ainda, o coordenador do programa.

Após a solicitação, nos dias 3 e 4 de setembro de 2018, os avaliadores da Capes vieram ao IFRN e conheceram de perto a Instituição, tanto no que se refere à infraestrutura, como também aos corpos docente e discente: “Os avaliadores vieram analisar todos os elementos: infraestrutura, corpo docente, corpo discente e dialogar com a gestão. Houve, então, reuniões na Reitoria, com o reitor e pró-reitores, para perceber inclusive o nível de apoio que a Instituição dá ao programa. Eles visitaram bibliotecas, a própria Diretoria Acadêmica (Diac), laboratórios de informática e saíram com boas impressões”, disse José Mateus. Após a visita técnica, o projeto foi encaminhado então para a outra instância de avaliadores: o Conselho Técnico e Científico da Capes (CTC).

De acordo com o coordenador, a previsão é que a abertura da seleção não demore: “Vai haver uma reunião do colegiado, a perspectiva é que se abra um edital de seleção em dezembro ou janeiro, com processo seletivo até abril. Há uma expectativa de ingresso para primeira turma em 2019.1”, finalizou.

Ações do documento

Tags: , ,
Página em carregamento